Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/08/17 às 13h29 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

Secretaria aumenta locais de marcação de ponto eletrônico

COMPARTILHAR

Novos coletores serão usados pelo Samu e pela Gerência de Regulação

BRASÍLIA (1º/8/17) – Os servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) agora podem marcar o ponto eletrônico em mais nove unidades. Além destes, os profissionais da Secretaria de Saúde que atuam na Gerência de Regulação, situada no Parque de Apoio, também podem registrar seus horários no local. A instalação dos 10 coletores foi feita pela Subsecretaria de Gestão de Pessoas (Sugep), em parceria com Coordenação Especial de Tecnologia da Informação em Saúde (Cetinf) da pasta.

De acordo com a gerente de Controle de Frequência, Escala e Hora Extra da secretaria, Régia Colácio, a ampliação das máquinas de coleta de ponto na rede foi necessária devido à edição da Portaria nº 340/17, que dispõe sobre a obrigatoriedade de “readequação dos processos de trabalho quanto à utilização das horas extras na Secretaria de Saúde.”

Segundo o diretor do Samu, Rafael Vinhal, a marcação dos horários dos servidores era feita manualmente porque nesses nove locais não havia coletores instalados. Por isso, os chefes de cada núcleo e o gerente da instituição tinham que conferir cada folha funcional. “Com o ponto eletrônico, basta a checagem da chefia imediata”, destaca o médico. Atualmente, o Samu possui cerca de 1 mil profissionais.

O gestor destaca que o ponto eletrônico registra em tempo real e com fidelidade a jornada de trabalho do servidor. “Assim, as escalas elevam a transparência à população, ao Samu e aos trabalhadores, bem como aumentam a agilidade nos processos internos e a desburocratização do serviço”, conta Vinhal.

Ele frisa que os profissionais terão mais facilidade no controle do número de horas trabalhadas, do máximo de jornada permitido, do banco de horas excedentes e dos atrasos. “Aos gestores, o sistema eletrônico auxiliará na administração dos recursos humanos e no monitoramento da assiduidade dos servidores por meio de relatórios de frequência.”

Rafael revela que, além das nove já instaladas, será colocada uma máquina de ponto no Aeromédico, heliponto do quartel do Corpo de Bombeiros, no Setor de Garagens Oficiais, próximo ao Palácio Buriti.