Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/05/19 às 11h55 - Atualizado em 13/05/19 às 16h28

Secretaria de Saúde ampara vítimas de incêndio no Recanto das Emas

COMPARTILHAR

Profissionais da pasta estarão no abrigo durante a semana dando assistência

 

Uma equipe de profissionais de Estratégia Saúde da Família, formada por médico, enfermeiros e técnicos de enfermagem está na Administração Regional do Recanto das Emas para prestar toda assistência necessária aos desabrigados pelo incêndio deste domingo (12). Atendimentos estão sendo realizados para avaliar a situação de saúde de cerca de 40 pessoas que se encontram no local, além de expedir as receitas médicas necessárias e fazer a distribuição de medicamentos.

 

As demais famílias atingidas e que estão em casas de amigos e de parentes também podem receber auxílio no abrigo temporário, organizado na própria sede da administração da cidade, entre as quadras 206/300.

 

Ainda no domingo, a superintendente da Região de Saúde Sudoeste, Lucilene Florêncio, esteve no local acompanhada do governador Ibaneis Rocha. A superintendente afirmou que a secretaria fará o que for possível para minimizar os danos à saúde da comunidade afetada.

 

ASSISTÊNCIA – “Essa parcela da população vive em uma situação extremamente vulnerável. É nosso papel, enquanto agentes do Sistema Único de Saúde, levar saúde e um pouco de conforto e humanidade a essas pessoas o mais rápido possível”.

 

O trabalho, nesta segunda-feira (13), iniciou pela triagem, identificando crianças, adultos, diabéticos, hipertensos. Em seguida, começou o atendimento para verificar a situação de saúde de cada um.

 

“Como Região de Saúde, estaremos presente na vida dessas famílias, de maneira efetiva. A equipe da saúde ficará toda a semana no abrigo”, informou o gerente de Planejamento, Monitoramento e Avaliação da Região de Saúde Sudoeste, Paulo Ricardo dos Ramos Cardoso.

 

Também serão feitas a atualização do cadastro, por parte dos Agentes Comunitários de Saúde, atualização do Bolsa Família, pesagem das crianças, atualização do cartão de vacinas, entrega de medicação, atualização de receitas médicas, inclusive psicotrópicos, e outras ações que deverão ser desenvolvidas conforme a necessidade.

 

Josiane Canterle, da Agência Saúde

Fotos: Divulgação/Saúde-DF