Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/12/17 às 16h53 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

Seminário vai debater controle de tabagismo no sistema prisional

COMPARTILHAR

Objetivo é reduzir a dependência entre os internos

BRASÍLIA (11/12/17) – Mesmo com a aprovação da lei antifumo, de 2011, que proíbe fumar em locais de uso coletivo, públicos ou privados, o hábito ainda persiste na quase totalidade dos presídios do Brasil – uma realidade também presente no Distrito Federal, onde medidas de enfrentamento ao problema têm sido implantadas gradativamente nos ambientes carcerários.

Para avaliar os avanços alcançados nessa área e estabelecer novas metas, a Secretaria de Saúde vai promover, dia 15 de dezembro, o seminário de Apresentação das Ações de Controle de Tabagismo no Sistema Prisional. O evento será realizado no auditório do Centro de Referência à Saúde do Trabalhador (Cerest), na 712/912 Sul, das 8h30 às 11h10, com a participação das equipes de saúde e segurança prisional, da Vara de Execução Penal e do Ministério Público do DF.

“Temos a meta ambiciosa, mas factível, de avançarmos de forma progressiva até tornarmos os presídios do Distrito Federal livres do fumo”, projeta a gerente de Saúde do Sistema de Assistência Prisional, Simone Kátia de Souza. Entre as ações antifumo aplicadas no sistema está o controle do cigarro no presídio feminino do DF, onde agora é permitido fumar somente no pátio, na hora do banho de sol.

“Também implantamos grupos de tratamento junto ao semi-aberto, com a implantação do protocolo do Ministério da Saúde”, informa Simone. Outra medida que ela considera relevante foi a capacitação de profissionais de saúde, agentes penitenciários e até mesmo o pessoal de limpeza nas ações de prevenção ao uso do tabaco.

“Estamos buscando um ambiente livre de fumo, que vai repercutir positivamente na saúde dos internos. A aceitação do trabalho tem sido boa e, nos questionários de avaliação do nível de dependência dos fumantes, com frequência encontramos comentários nos quais eles pedem ajuda para parar de fumar”, revela a gerente.

Confira a programação detalhada.

Leia também...