Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/06/17 às 21h58 - Atualizado em 30/10/18 às 15h17

Serviço de Atenção Domiciliar comemora 4º Encontro Junino de Cuidadores

COMPARTILHAR

Ação é voltada para servidores, pacientes e voluntários

BRASÍLIA (28/6/17) – Em busca de aumentar a integração entre servidores, pacientes e voluntários, a Gerência do Serviço de Atenção Domiciliar (Gsad) da Região Centro-Norte, em parceria com a Casa do Ceará, promoveu, nesta quarta-feira (28), o 4º Encontro Junino de Cuidadores. A iniciativa visa, ainda, capacitar os profissionais envolvidos no processo a partir de algum tema da área de saúde. Neste ano, o escolhido foi o combate ao Aedes aegypti.

A superintendente da Casa do Ceará, Antônia Guimarães, conta que a entidade beneficente existe há 54 anos e presta serviços de assistência social, saúde, educação e cultura. “Em nossa estrutura funciona a Pousada Crisantho Moreira da Rocha, que é um abrigo de regime asilar para idosos. Atualmente, temos 17 pacientes, três deles assistidos pela Atenção Domiciliar”, esclarece.

Segundo a gerente do Gsad Centro-Norte, a médica de Família e Comunidade Vanessa Carvalho, a ação é essencial para promover a saúde mental dos pacientes atendidos pelo serviço. “Quando reunimos todos, eles se sentem mais acolhidos, pois são pessoas que, normalmente, não têm mais convívio familiar”, comenta. Ela explica que o evento se torna uma oportunidade dos idosos conhecerem e conversarem com outros usuários dessa modalidade assistencial.

A médica ressalta que, além das vantagens aos pacientes, a equipe multiprofissional responsável pelo atendimento domiciliar também é beneficiada. “Somos um grupo de 18 servidores trabalhando no cuidado da saúde de pessoas que têm doenças, normalmente, sem cura e degenerativas. Atividades como a de hoje promovem, em especial, a saúde mental do cuidador.”

RECONHECIMENTO – O aposentado Jales Ribeiro, de 82 anos, é um dos pacientes da Atenção Domiciliar da Região Centro-Norte. Ele tem início de demência. “Sou muito bem assistido por todos da equipe e o carinho que recebemos deles é único. Festas como essa nos trazem alegria e nos possibilita viver um dia diferente da nossa rotina”, destaca.

Mislenni Oliveira, de 36 anos, é governanta e mãe de João Miguel Oliveira, de um ano e três meses. O pequeno é seu primeiro filho. Ele nasceu como prematuro extremo e veio ao mundo com 600 gramas. Devido a várias complicações de saúde, João ficou internado 141 dias em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e, hoje, convive com uma displasia pulmonar. Trata-se de uma doença decorrente de transtornos causados pelo tratamento de recém-nascidos prematuros ou com doenças pulmonares.

“Quando meu filho saiu da UTI, passou a ser assistido pela atenção domiciliar. Sinto que todos da equipe têm um amor verdadeiro por ele. Quem trata bem o João, ganha meu coração e foi assim com todos. E hoje é mais uma vitória que alcançamos porque é a primeira festa junina que passamos juntos.”

Confira aqui as fotos.