Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/09/19 às 16h22 - Atualizado em 11/09/19 às 16h22

Servidores da Saúde participam de simpósio internacional sobre arbovirose

COMPARTILHAR

Evento contou com palestra sobre uso de repelentes contra insetos

 

Servidores da Secretaria de Saúde que atuam no combate a doenças como dengue, zika e chikungunya participaram, nesta quarta-feira (11), do Simpósio Internacional de Arboviroses, realizado na Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília (UnB) e promovido pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.

 

No evento, os profissionais de saúde acompanharam uma palestra sobre repelentes, do professor Walter Leal, brasileiro radicado na Califórnia, que tem estudos sistemáticos sobre a proteção contra mosquitos como o Aedes aegypti. O objetivo da palestra foi neutralizar mitos sobre uso de repelentes, principalmente o tópico, como spray ou cremes.

 

Para a médica dermatologista Janaína Amorim, que integra a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, a palestra abordou aspectos importantes, como a concentração ideal do produto químico chamado DEET, que torna o repelente mais eficiente contra os insetos.

 

“A concentração ideal, para ser eficaz, deve ser de 25%. Só que, em muitos locais onde vendem repelentes, essa porcentagem chega a apenas 7%, não sendo efetivo. Como trabalhamos no controle para prevenção de arbovírus, essa informação reforça o combate”, destacou Amorim.

 

Para ela, a palestra também contribui para os servidores reforçarem, junto à população, a necessidade do uso dos repelentes. “É preciso incorporar o uso deles, especialmente no Brasil, que teve muitos casos de dengue e demais doenças transmitidas pelo Aedes”, frisou.

 

Da Agência Saúde
Fotos: Divulgação/Saúde-DF