Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/04/14 às 21h53 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Sete hospitais da Rede Pública iniciam processo de acreditação pela ONA

COMPARTILHAR

O cronograma de visitas começa dia 8 de abril e vai até 14 de maio

A Secretaria de Saúde (SES/DF) lançou, nesta quinta-feira (3), o programa do Instituto Qualisa de Gestão (IQG) que vai instituir em sete hospitais da rede pública de saúde do Distrito Federal, as diretrizes de Política de Qualidade Hospitalar e Segurança do Paciente. A proposta é que a partir do dia 8 de abril inicie o cronograma de visitas para o processo de acreditação pela Organização Nacional de Acreditação (ONA).

Nos últimos anos, a saúde do DF avançou em seguimentos, tanto estrutural quanto de recursos humanos. São inúmeras ilhas de referências na rede que servem de exemplo para todo o Brasil. É nesse contexto que os hospitais regionais da Asa Norte, Asa Sul, Sobradinho, Paranoá, Taguatinga, Ceilândia e Santa Maria foram escolhidos para participar do processo de acreditação. “Quando se propõe acreditar a rede pública de saúde é mostrar que tem coragem, ousadia e literalmente acreditar no nosso potencial”, disse Rafael Barbosa, secretário de Saúde.

O cronograma de visitas nos sete hospitais da rede selecionados já começa dia 8 de abril e vai até 14 de maio. Serão três avaliadores em cada hospital que utilizarão o Termômetro de Segurança, ferramenta via web com um questionário que poderá ser respondido voluntariamente. A cada visita será entregue um relatório a regional com todos os pontos observados. Vale lembrar que o IQG não é uma auditoria e sim uma metodologia de avaliação da saúde com propostas de ajustes pré-definidos e de acordo com o contexto da instituição a ser acreditada. “A acreditação vai ajudar na melhoria das práticas clínicas com proposta de um trabalho diferenciado e alinhado”, revelou Mara Machado, diretora executiva do IQG.

O Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) será o primeiro a receber a visita nos dias 8 e 9 de abril. “Essa acreditação vem como um desafio, pois não é fácil. Mas a nossa regional comprou a ideia e nós vamos conseguir estar entre os sete”, disse Renato Teixeira, coordenador da regional Norte.

As conclusões das avaliações serão discutidas com a SES/DF para alinhamento das propostas de correção de pontos vulneráveis para depois, novamente, passar por outra avaliação pré-certificação em todas as unidades. “O nosso governador tem um compromisso com a saúde e nós vamos aproveitar essa ferramenta. Eu pertenço a saúde há quase 30 anos e tenho muito orgulho desse momento”, finalizou o secretário.

Por Luana Lemes, da Agência Saúde DF