Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/04/13 às 14h58 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

Teste rápido de sífilis e Aids no Núcleo Bandeirante

COMPARTILHAR

Resultado demora apenas 30 minutos

 

Na semana em que é comemorado o Dia Mundial da Saúde (7 de abril) a Coordenação de Saúde do Núcleo Bandeirante e regiões administrativas vizinhas preparou uma agenda específica para detecção da sífilis e vírus HIV (Aids).  Todos os pacientes que passarem pelos centros de saúde do NB, Candangolândia, Riacho Fundo I e II  ou pelas equipes do Programa Saúde da Família, que quiserem fazer o teste rápido, serão atendidos por uma equipe treinada.

 

Segundo a médica coordenadora de DST/Aids da regional, Néslia Amar da Mata e Silva, muito mais do que evitar o adoecimento do paciente, a testagem evita que outras pessoas sejam contaminadas porque passa a haver uma intervenção junto ao portador do vírus. “Sensibilizamos o paciente explicando que a sífilis tem cura e que o HIV deve ser devidamente acompanhado, de forma a evitar a cadeia de transmissão, além, é claro, de iniciar o tratamento imediatamente”, ressalta.

 

Tão logo é feito o teste, o resultado demora 30 minutos, explica a enfermeira Karine Costa, responsável pela realização dos testes nesta segunda-feira, à tarde, no Centro de Saúde 02 no Núcleo Bandeirante. Além de Karine, a agenda envolve mais quatro enfermeiras e a agente comunitária de saúde Cylene Barjud, que percorre as salas de espera por consultas a fim de divulgar a realização dos testes rápidos. Quando o paciente aceita fazer o diagnóstico, passa por uma pré-consulta onde é orientado sobre a importância da detecção da doença e também responde a um questionário sobre hábitos de vida.

 

Ainda de acordo com a coordenadora Néslia, além do Núcleo Bandeirante, onde os testes serão feitos sempre no Centro de saúde 02 na segunda, terça e quinta-feira desta semana, o diagnóstico por meio do teste rápido também será feito no Centro de Saúde da Candangolândia, na terça-feira à tarde e quarta-feira pela manhã; no Riacho Fundo I, também no centro de saúde, nos dias 1, 2, 3 e 5 e durante toda a semana pelas 14 equipes do PSF que atuam no Riacho Fundo II.

  

Arielce Haine