Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/04/13 às 14h25 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

Transporte neonatal do HMIB supera expectativas

COMPARTILHAR

Mais de 52 transferências em dois meses

Com a inauguração do serviço de transporte de recém-nascidos no Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB), o número de transferências aumentou 35% em dois meses. “Passamos de uma média de 20 transferências por mês para quase 30”, relata chefe da unidade de Neonatologia do HMIB, Ana Lúcia do Nascimento Moreira. 

O serviço que foi criado para agilizar e ampliar a capacidade da UTI, que hoje possui 25 vagas,  já demonstra resultados positivos. “O tempo de espera dos bebês, que ficam no Centro Obstétrico por falta de vagas em Unidade de Terapia Intensiva (UTIN) e na Unidade de Cuidado Intermediários Neonatal com 15 leitos, reduziu significativamente”, afirma Ana Lúcia.  

O hospital destinou um grupo de especialistas em neonatologia e com experiência em transporte de recém-nascido crítico, composto por sete enfermeiros, sete auxiliares e um médico, para garantir que o transporte seja feito com rigor técnico e eficiência sem precisar desfalcar a equipe.

O HMIB conta com a maior e a mais qualificada Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais da rede de saúde pública do Distrito Federal. Um de seus desafios é garantir o acesso equânime e universal dos leitos. “Traçar estratégias inovadoras, motivar a equipe e buscar a excelência é a missão de todos que aceitam cuidar dos bebezinhos, cuja fragilidade impede a indiferença e desperta em cada cuidador o que de melhor se tem a oferecer”, conclui a coordenadora-geral de Saúde da Asa Sul, Roselle Bugarin Stenhouwer.

Ana Luiza Greca