Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/03/17 às 15h12 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Unidade Básica reformada é entregue no Riacho Fundo II

COMPARTILHAR

Estrutura que funciona com Estratégia Saúde da Família recebeu R$160 mil para reforma

BRASÍLIA (7/3/17) – Após receber R$160 mil em investimento para reforma geral, a Unidade Básica e Saúde (UBS) do Caub 1, no Riacho Fundo 2, foi reinaugurada nesta terça-feira (7). Entre os reparos estão pintura, readequação elétrica e hidráulica, troca de cobertura e piso, manutenção dos banheiros, além de piso no estacionamento feito pela Novacap.

A estrutura possui dois consultórios, uma sala de acolhimento/procedimentos, uma sala para Agentes Comunitários de Saúde e uma para odontologia. Fechada em julho de 2016 para receber as intervenções, a unidade funciona com uma equipe Estratégia Saúde da Família, composta por um médico de família, enfermeiro, técnicos de enfermagem, técnicos de higiene bucal e odontólogo. Eles são responsáveis por atender aproximadamente 2,3 mil habitantes da região, além de pacientes de quadras próximas do Riacho Fundo 2.

“A Estratégia Saúde da Família é a forma moderna de fazer atenção primária no Brasil e no mundo, porque é a forma mais resolutiva. Por isso, estamos ampliando esse serviço. Hoje, a cada sete de 10 pessoas que aguardam atendimento no hospital são classificadas como verde e azul. Precisamos retirar essas pessoas do pronto-socorro”, enfatizou o secretário adjunto, Daniel Seabra, durante a solenidade de reabertura, ao lado da superintendente Akalenni Bernardino.

Nilcemar de Oliveira, 45 anos, foi uma das primeiras pacientes atendidas nesta manhã. “Moro aqui perto e como fiquei sabendo do retorno do funcionamento vim fazer a primeira consulta. Depois, vou trazer meus filhos”, disse.

ASSISTÊNCIA – Entre os serviços oferecidos à população estão acolhimento, curativos, nebulização, confecção de cartão do SUS, práticas integrativas, distribuição de medicamentos, bem como assistência básica e integral continua aos ciclos de vida (crianças, adolescentes, adultos e idosos). Os moradores também têm acesso a tratamento de DST e Aids.

Outras atividades são planejamento familiar, assistência médica e odontológica, assistência às doenças crônicas (hipertensão e diabetes), pré-natal e puerpério, imunização, vigilância epidemiológica e coletas de exames laboratoriais.

OBRAS – A ação faz parte de um pacote de melhorias de infraestrutura para a Atenção Primária no Distrito Federal, previsto para 2017. A ideia é entregar a construção de 15 novas UBS, 16 UBS reformadas, aquisição de equipamentos e mobiliários, além de transformação do modelo tradicional de atendimento para o modelo Estratégia Saúde da Família.

MUDANÇA DE MODELO – A Secretaria de Saúde já iniciou as transformações no modelo de atendimento da Atenção Primária. O objetivo é que todas as UBS funcionem com equipes da Estratégia Saúde da Família. Ao todo, 170 unidades fazem parte desta mudança, que ampliará a assistência ao cidadão.

Nestas transformações, a pasta ofertará ao cidadão mais 25 horas semanais de atendimento em cada uma das UBS, totalizando 65 horas – inclusive com expediente nas manhãs de sábado. Atualmente, as unidades funcionam durante 40 horas semanais, de segunda a sexta-feira.

Além disso, todas as consultas terão hora marcada e cerca de 50% dos atendimentos serão feitos por demanda espontânea, o que contribuirá para desafogar as emergências e garantir mais qualidade no atendimento. A meta inicial é passar de 30% de cobertura para 75%.

Veja as fotos aqui 

Leia também...