Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/06/13 às 18h25 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Uso de novos materiais para curativos é tema de curso no Guará

COMPARTILHAR

Produtos inovadores aceleram cicatrização

Os pacientes da rede pública de Saúde do DF contam com quatro novos materiais para tratamento de feridas, que já estão padronizados e sendo utilizados. O uso do produto mais inovador, uma espuma de poliuretano com cobertura de prata 100% iônica, indicado para feridas infectadas, superficiais e profundas, foi tema de uma capacitação nessa segunda-feira (17), na Coordenação Geral de Saúde do Guará.

Profissionais de 14 regionais de saúde já participaram do curso sobre o uso adequado de cada item. Lúcia Helena de Souza, servidora do centro de saúde nº 01 do Guará, há anos trabalha com curativos e afirma que é impressionante o processo de cicatrização com os novos produtos. “Eu sou do tempo que se usava carvão e açúcar em feridas. A cada quatro horas, tinha que trocar o curativo. Hoje, esses produtos chegam a durar até sete dias. Tenho uma paciente que faz curativo conosco há mais de 20 anos. Antes, nós demorávamos meses para tratar as feridas da perna dela. Agora em semanas, conseguimos melhorar. É fantástico ver o avanço da medicina com essa tecnologia toda num pedaço de espuma ou plástico”, declarou.

Todos os materiais estão disponíveis nos hospitais e centros de saúde da Secretaria de Saúde. A regional do Guará também já recebeu o treinamento do novo sistema de curativo a vácuo (V.A.C), que trata feridas complexas. Esse tratamento é inovador na rede e pode ser utilizado em pacientes que apresentam feridas de difícil cicatrização, pessoas submetidas a amputações, com escaras (lesões que acometem principalmente pessoas idosas, acamadas ou imobilizadas durante muito tempo), ulcerações cirúrgicas ou traumáticas.

Érika Bragança