Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/10/19 às 17h27 - Atualizado em 11/10/19 às 18h03

Aberta licitação para construir UBS no Vale do Amanhecer

Nova unidade básica de saúde beneficiará 20 mil pessoas

 

Mais uma licitação foi aberta para a construção de uma nova unidade básica de saúde (UBS) no Distrito Federal, com o objetivo de reforçar a assistência à população. Depois do Paranoá Parque e do Jardins Mangueiral, agora serão beneficiados os moradores do Vale do Amanhecer, em Planaltina. Eles ganharão a primeira UBS da região, que abriga o maior centro espiritualista do Brasil.

 

O edital da licitação foi publicado, nesta sexta-feira (11), no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). A previsão é de que as obras comecem no primeiro semestre do próximo ano.

 

Estima-se que em torno de 20 mil pessoas da região sejam atendidas na nova unidade. Ela terá 870 metros quadrados de área útil e será projetada para comportar quatro Equipes da Saúde da Família (ESF), cada uma delas formada por médico, enfermeiro, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde.

 

Atualmente, a população da região é atendida por três equipes de Saúde da Família, que atuam em um espaço alugado pela Secretaria de Saúde. “Com a construção da nova UBS, a população terá uma cobertura maior, facilitando o acesso aos serviços de saúde”, ressaltou o gerente de Serviços de Atenção Primária do Vale do Amanhecer, Deusdete Rolim.

 

O projeto arquitetônico da unidade foi elaborado pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). Inclui salas de vacina, espera, reunião, almoxarifado, auditório, banheiros com acessibilidade, entre outros espaços. O valor da obra está orçado em R$ 4.098.077,90. A UBS ficará localizada na Área de Regulação de Interesse Social (Arins) do Vale do Amanhecer.

 

LICITAÇÕES – Desde o início do mês a Secretaria de Saúde tem publicado a abertura de licitações para construir mais UBS. No dia 3 de maio, foi a do Paranoá Parque, que beneficiará cerca de 24 mil pessoas. No Jardins Mangueiral, a licitação foi divulgada em 7 de maio, para atender em torno de 17 mil pessoas da região.

 

Da Agência Saúde