Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/05/19 às 15h34 - Atualizado em 15/05/19 às 15h34

Alunos de Brazlândia viram multiplicadores contra o Aedes aegypti

 

Projeto da Saúde ensina crianças para torna-las multiplicadoras de conhecimento

 

 

Cerca de 180 crianças da Escola Classe Chapadinha, em Brazlândia, participaram, nesta quarta-feira (15), do projeto Multiplicador Mirim, uma parceria entre as secretarias de Saúde e Educação. Eles aprenderam a se prevenir em relação à dengue e como acabar com os focos do mosquito Aedes aegypti.

 

“A escola fica em uma área rural onde está grande a incidência do mosquito. Por isso, achamos interessante trabalhar com as crianças para levarem informações aos seus familiares”, observa a chefe do Núcleo Regional de Vigilância Ambiental de Brazlândia, Sandra Silva.

 

Com idades entre 8 e 10 anos, os pequenos participaram de palestras que trataram de diversos temas relacionados ao combate ao vetor da dengue, zika, chkungunya e febre amarela, entre eles, como vistoriar os imóveis e orientações aos familiares sobre como deixar o espaço livre do mosquito.

 

“A área é rural tem muita chácara, com reservatórios de água, tambores. Então, orientamos de acordo com a realidade local”, destacou Sandra.

 

PROJETO – A ação realizada nesta quarta-feira (15) faz parte do projeto Multiplicador Mirim, da Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS). “Normalmente, pedimos que os professores escolham de dois a três alunos por turma, optando por aqueles que têm mais espírito de liderança, para que participem das atividades”, conta a chefe do Núcleo de Mobilização Social da SVS, Maria Ducarmo de Mendes Soares.

 

A próxima escola prevista para receber o projeto é a Escola Classe Vela Vista, em São Sebastião, entre os dias 10 e 12 de junho.

 

Alline Martins, da Agência Saúde