Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/06/20 às 8h44 - Atualizado em 19/06/20 às 11h01

Atendimento na Emergência do HRGu será ampliado

Área terá mais 13 leitos disponibilizados para internação

 

ÉRIKA BRAGANÇA, DA AGÊNCIA SAÚDE

 

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

O atendimento no pronto-socorro de Clínica Médica do Hospital Regional do Guará (HRGu) passará por reestruturação e ganhará mais 13 leitos para internação a partir de 23 deste mês. O novo alinhamento, que usará parte do espaço da ala pediátrica, é temporário e atende a necessidade do aumento significativo da taxa de ocupação e atendimentos na Unidade de Clínica Médica que muitas vezes fica superlotada. Na pediatria, o atendimento emergencial não será alterado e a unidade continuará recebendo os pacientes. A internação contará com quatro leitos e, excedendo esse quantitativo, as novas internações serão reguladas para os hospitais Materno-Infantil de Brasília (Hmib) e Regional da Asa Norte (Hran), a depender do perfil do paciente, e conforme pactuação já realizada.

 

Em todo o processo foi feito levantamento de dados de atendimento e ocupação. A estratégia adotada pelos gestores do HRGu levou em consideração os dados diários e a dinâmica de atendimento que precisa assegurar a saúde dos pacientes e profissionais. O levantamento feito revelou uma taxa de ocupação média de 180% no atendimento e internação dos pacientes da Clínica Médica. Já na pediatria, esse índice gira em torno de 6%. Segundo o médico e diretor hospitalar do HRGu, Ronan Garcia, esse indicador pode ser reflexo das medidas de isolamento social e ausência temporária das aulas, evitando assim a transmissão de doenças infectocontagiosas.

 

“Adotamos essas medidas para melhor atender os pacientes que mais têm demandado cuidados na unidade. Vale ressaltar que a pediatria não foi desconsiderada e segue atuante. Os leitos foram redistribuídos visando atender às demandas crescentes. Estávamos registrando uma superlotação diária na Clínica Médica e não podíamos continuar dessa forma, sendo que, na pediatria, o número de atendimentos caiu expressivamente frente à pandemia de Covid-19. O período normal da sazonalidade de doenças pediátricas típicas da estação foi amenizado quando comparado aos anos anteriores. O confinamento contribuiu para evitar o contágio entre as crianças pelas doenças infecciosas características dessa época no DF. Com isso, estamos otimizando o espaço para atender mais pacientes na Clínica Médica”, ressaltou Ronan.

 

O HRGu atende, em média, 3,2 mil pacientes por mês somando as duas áreas atendidas na emergência. Esse número, segundo a direção, tende a permanecer. Todavia, no momento, cerca de 92% desses atendimentos são exclusivos da Clínica Médica. Dessa forma, o atendimento emergencial da unidade permanece normal e a internação seguirá com o remanejamento de fluxo, até que as internações da clínica médica diminuam para o retorno completo da internação da pediatria. A área de observação, medicação e atendimento de porta, continuam sem alterações. Atualmente, o hospital também está em processo de abertura da Sala Vermelha de suporte avançado para a pediatria.