Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/05/17 às 17h54 - Atualizado em 30/10/18 às 15h17

Banco de talentos do Samu inscreve 112 servidores

Profissionais serão avaliados para atuar no serviço

BRASÍLIA (17/4/17) – O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do Distrito Federal recebeu 112 cadastros de servidores para o Banco de Talentos: 77 técnicos de enfermagem, 22 médicos e 13 motoristas. Os inscritos poderão atuar no Samu após avaliação, conforme explica o gerente de Apoio ao Serviço Móvel de Urgência, Rafael Vinhal da Costa.

“São critérios diferenciados para cada categoria. Vamos verificar se a documentação está correta, e analisar previamente como a transferência desses profissionais vai impactar no serviço em que ele está atualmente”, disse.

As inscrições ficaram abertas de 10 a 27 de abril. O público-alvo foram os servidores que trabalham em centros de saúde e não cadastrados para migrar ao novo modelo assistencial de Atenção Primária, a Estratégia de Saúde da Família.

Os que desejarem atuar exclusivamente no Samu terão direito à Gratificação de Atendimento Móvel de Urgência (Gamu), que corresponde a 20% da remuneração inicial da carreira.

FUNÇÕES – A atribuição dos médicos será tripular Unidades de Suporte Avançado de Vida, além de realizar a regulação médica das urgências na Central de Regulação 192.

Os técnicos de saúde, na especialidade motorista, deverão dirigir ambulâncias e integrar, na função de condutor socorrista, o atendimento multiprofissional junto às equipes. Para estes casos é necessário que o servidor tenha curso específico de condutor de veículo de emergência.

Aos técnicos em enfermagem fica reservada a condução das motolâncias, sendo que, nesse caso, será preciso aprovação em curso específico de condução para esse veículo.

Para todos os cargos é indispensável a disponibilidade para capacitação, que será oferecida pelo Núcleo de Educação e Pesquisa do Samu (Neps).