Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/07/14 às 17h30 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Brasília ganha mais uma Sala de Apoio à Amamentação

Objetivo é atender as mulheres que não podem sair do trabalho

A quinta Sala de Apoio à Amamentação de Brasília, credenciada pelo Ministério da Saúde (MS), foi inaugurada no dia 2. O novo espaço está localizado na Clínica de Enfermagem da Universidade Paulista (Unip) Campus Brasília. A instalação contou com o apoio técnico e consultoria do Núcleo de Saúde da Criança (NUSC), bem como da Coordenação de Aleitamento Materno e Bancos de Leite Humano da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF).

As salas são locais destinados à retirada e estocagem de leite materno durante a jornada de trabalho para que, posteriormente, o leite extraído seja oferecido à criança no domicílio. Esses espaços têm o objetivo de atender as mulheres que não podem sair do trabalho para amamentar e precisam esvaziar as mamas durante o expediente. “Tal ação mantém a produção de leite e evita as mastites. Além disso, o que estimula o organismo a produzi-lo é a retirada e sucção do bebê e, caso a mulher não faça essa retirada, o próprio organismo reduz a quantidade até secá-lo”, explicou a coordenadora dos Bancos de Leite Humano e Aleitamento Materno da SES-DF, Miriam Santos.

Para a coordenadora de Enfermagem da Unip, Mayara Cândida, a sala de apoio será destinada tanto às mulheres que trabalham na instituição quanto às alunas. “Poderemos também utilizar o espaço para as aulas práticas dos alunos de graduação, a fim de que aprofundem seus conhecimentos na promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno”, completou.

Entre os órgãos que contaram com o apoio da equipe de consultores do NUSC e da Coordenação de Aleitamento Materno e Bancos de Leite Humano para instalar as Salas de Apoio à Amamentação estão o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), o Palácio do Buriti, a Cassi, o Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e agora a Clínica de Enfermagem da Unip.

Segundo o professor do curso de Enfermagem da Unip e enfermeiro do NUSC, Ricardo Aguiar, a implantação da Sala de Apoio à Amamentação é um ganho para instituição, funcionárias e alunas, pois contarão com um serviço de apoio e proteção para que amamentem seus filhos por mais tempo.

Saiba mais

Empresas privadas e órgãos públicos do DF interessados em criar Salas de Apoio à Amamentação devem entrar em contato com os consultores do NUSC e da Coordenação de Aleitamento Materno e Bancos de Leite Humano da SES/DF, pelos telefones (61) 3348-6259 ou (61) 3348-2518.

Patrícia Kavamoto, da Agência Saúde DF