Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
31/08/15 às 21h15 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

Campanha de vacinação contra a poliomielite é prorrogada no DF

COMPARTILHAR

Apenas 58,3% do público-alvo foi imunizado até a última sexta-feira (28)

BRASÍLIA (31/8/15) – A Secretaria de Saúde do Distrito Federal prorrogou a campanha de vacinação contra a poliomielite, que terminaria nesta segunda-feira (31). Agora, a campanha será estendida até a sexta-feira (4). A medida foi tomada como tentativa de atingir a meta do DF, que é imunizar 95% das 183.760 crianças entre seis meses a menores de cinco anos.

“Há mais de 20 anos o DF não tem registro de casos de poliomielite. Então, para que o continuemos livres da doença, é necessário que as crianças que fazem parte do público-alvo tomem todas as doses anuais. A poliomielite é uma doença grave, sem cura”, alerta o subsecretário de Vigilância à Saúde, José Carlos Valença.

Até o momento, São Sebastião, Núcleo Bandeirante e Gamas são as regiões com o maior número de crianças vacinadas, com 79,3%, 72,4% e 71,4%, respectivamente. Entre as cidades com menor adesão estão Asa Norte (48,3%), Taguatinga (48,6%) e Asa Sul (48,8%).

A diretora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, Cristina Segatto, alerta para a importância da vacinação como forma de prevenir que a doença volte a circular no DF. “A única forma de prevenção da paralisia infantil é a vacinação. Como ainda temos casos da doença em países da África, existe o risco da doença circular em nosso país e chegar até o DF. Enquanto o mundo inteiro não estiver livre da doença é necessária a vacinação como forma de combate”.

As 104 salas de vacinação funcionam das 8h às 17h, fechando das 12h às 13h para o horário de almoço. Durante a campanha, além da vacinação contra a poliomielite, as unidades continuarão atualizando a caderneta das crianças. A ideia é identificar se a criança já tomou todas as vacinas necessárias para a sua faixa etária. Caso tenha alguma atrasada, ela receberá a dose que falta.

Veja aqui o balanço da vacinação por regional de saúde.