Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/02/13 às 17h49 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

SES entrega mais um centro de saúde em Ceilândia

COMPARTILHAR

Moradores do Setor P Sul contam com nova estrutura de atendimento

Os quase 41 mil moradores das QNPs 22 a 36 e setor de chácaras do P Sul de Ceilândia contam agora com o Centro de Saúde 9 totalmente reformado. Foram dez meses de obras com serviços de recuperação das redes hidráulicas, de esgoto e elétrica e dos sistemas de dados e de áudio, além de pintura nova, readequação de espaços para melhor acomodar alguns serviços, tais como acolhimento, farmácia, laboratório. Novas cadeiras para odontologia foram instaladas. Para facilitar a acessibilidade foram construídas rampas para pessoas com necessidades especiais. Equipamentos foram adquiridos para proporcionar maior agilidade no atendimento. O investimento da Secretaria de Saúde foi de aproximadamente R$ 900 mil.

O funcionamento da unidade já voltou à normalidade. Durante a reforma os usuários foram atendidos em outros centros de saúde. Cerca de 400 atendimentos são realizados diariamente, nas áreas de clínica médica, pediatria, ginecologia, odontologia, nutrição, enfermagem, serviço social, vacina e curativo.

Segundo a gerente do CSC 9, Solange da Silva, os pacientes que procurarem a unidade passarão por um acolhimento com escuta qualificada de queixas e sintomas. “Nossa equipe está preparada para atender os casos agudos de saúde relacionados à atenção básica no mesmo dia em que o paciente nos procurar, os demais casos serão agendados”, diz a gerente.

O CSC 9, localizado entre as QNP 28/32, mantém ainda o atendimento aos grupos de hipertensos e diabéticos, com aproximadamente 900 pacientes cadastrados. Funcionam na unidade duas equipes da Estratégia de Saúde da Família, com previsão de instalação de mais uma nos próximos meses. Na média, são atendidos cerca de quatro mil pacientes por mês na unidade de que tem cerca 960 metros quadrados de área coberta e foi inaugurada em 31 de março de 1981.

Outras obras em Ceilândia

Metade das unidades básicas de saúde de Ceilândia fooram reformadas nos últimos dois anos. O diretor-administrativo da Coordenação Geral de Saúde de Ceilândia, Sérgio Bezerra, informa que neste ano será executada a manutenção geral dos centros de saúde 4, 11 e 12, além da reforma e ampliação dos centros 5 e 8 e os postos do Condomínio Prive e Boa Esperança. Também está prevista a construção de duas Clínicas da Família no Setor O e no Setor P Sul.

“Ainda na área da Atenção Básica, será construído um complexo de saúde na área do antigo Ceilambódromo (entre os setores P Sul e P Norte) com uma clínica da família com capacidade para abrigar sete equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF), uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e um CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), tudo isso para prestar assistência de qualidade aos moradores dos condomínios Sol Nascente e Pôr do Sol, que têm uma população estimada em mais de 60 mil pessoas”, diz Sérgio Bezerra.

No Hospital Regional de Ceilândia (HRC), vários serviços de manutenção foram executados. A UTI Adulto teve sua capacidade ampliada de seis para dez leitos, o banco de leite ganhará em breve novas instalações e o Laboratório Regional está passando por uma reforma para abrigar três equipes da Saúde da Família. Boa parte das obras foi realizada pela Secretaria de Saúde do DF e outras foram executadas em parceria com a Universidade Católica por meio da FEPECS.

Regina Célia