Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/03/14 às 17h00 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Centro de Saúde n° 03 de Samambaia apresenta experiências

COMPARTILHAR

Profissionais participarão de evento do Ministério da Saúde

 

Profissionais do Centro de Saúde n° 03 de Samambaia participarão da IV Mostra Nacional de Experiências em Atenção Básica/Saúde da Família do Ministério da Saúde, que acontecerá de 12 a 15 de março, no Centro Internacional de Convenções do Brasil – CICB. Os servidores apresentarão experiências e trabalhos desenvolvidos junto ao público da unidade.

A quarta edição do evento do Ministério da Saúde tem como objetivo valorizar e estimular experiências cotidianas na Atenção Básica do Brasil, promovendo espaços para troca de idéias e reflexões. O encontro reunirá profissionais de várias regiões do país.

O coordenador-geral de Saúde de Samambaia, Manoel Solange Fontes Teles, destaca a importância do trabalho desenvolvido pelo centro de saúde. “Essa participação dará visibilidade a um trabalho de extrema importância que é realizado naquela unidade, além de mostrar o empenho e a evolução da regional no processo da Estratégia Saúde da Família”, enfatiza.

A unidade de Samambaia participará do evento com quatro trabalhos. O primeiro será apresentado pelo gerente do centro de saúde, Marcos Trajano, no dia 13, das 9h às 12h, com o tema Caso Turbante – Tráfico Humano, barreiras de acesso e o desafio da integralidade no SUS. O trabalho refere-se a uma ação que vem sendo realizada no Centro de Saúde n° 03 pela Estratégia Saúde da Família (ESF) e Equipe do Núcleo de Saúde da Família (ENASF).

“É uma ação pela garantia do direito ao acesso aos serviços de saúde de populações estrangeiras em situação de extrema vulnerabilidade, em parceria com CAPS III transtorno, Gerência de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (GETP/SEJUS), Defensoria Pública da União e Instituto de Migrações e Direitos Humanos (IMDH)”, explica o gerente do centro de saúde de Samambaia, Marcos Trajano.

O Grupo de Redução de Peso é a segunda experiência da unidade a ser apresentada no dia 13, das 14h às 17h, pela nutricionista Nádia Costa. No dia 15, o evento contará ainda com a exposição dos trabalhos: Grupo de Mulheres e ReCriaSus (projeto sala de espera). O primeiro será apresentado das 9h às 12h, pela terapeuta ocupacional, Thaís Fonseca e o segundo, das 14h às 17h, pela assistente social, Michellyne Vaz.

“O espaço de intercâmbio de experiências é fundamental para que possa ser consolidada iniciativas exitosas nos serviços de saúde e para debater as dificuldades e obstáculos que impedem a execução da implementação de políticas públicas”, avalia o gerente Marcos Trajano.

Os serviços na unidade

O Grupo de Redução de Peso do Centro de Saúde n° 03 de Samambaia tem o objetivo de educar os participantes quanto aos hábitos alimentares saudáveis, permitir mudanças no estilo de vida, prevenir e reduzir complicações associadas à obesidade, promovendo a perda de peso, por meio de reeducação alimentar.

Os encontros, que são coordenados pela nutricionista, ocorrem mensalmente e têm como público-alvo adultos da área de abrangência da unidade, encaminhados pelas Equipes de Estratégia Saúde da Família ou por demanda espontânea, com uma média de 10 a 15 participantes por reunião.

Já o Grupo de Mulheres é um espaço de escuta ampliada e de acolhimento ao sofrimento mental feminino. O objetivo é refletir sobre temas do cotidiano, escolhidos pelas usuárias e trabalhados com a ajuda de recursos audiovisuais, práticas corporais e manuais.

O grupo é coordenado pela terapeuta ocupacional e fonoaudióloga da ENASF, com encontros semanais, às quintas-feiras, das 15h30 às 17h. As mulheres que desejam participar não precisam de encaminhamento. Cada encontro tem em média de 7 a 10 participantes.

Outro projeto, o ReCriaSus é realizado semanalmente, nas terças-feiras pela manhã e à tarde, com os usuários na sala de espera do centro de saúde enquanto aguardam pela consulta. São trabalhados temas diversos com o público adulto e abordagem lúdica com o público infantil, de forma a proporcionar conhecimento e entretenimento por meio de teatro, pintura, desenho, recorte e colagem.

A sala de espera é promovida pela ENASF, com vistas a promover a educação em saúde e a humanização da assistência.

Iêda Oliveira