Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/10/16 às 20h54 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Centro de Saúde nº 03 do Guará realiza ação no “Outubro Rosa”

COMPARTILHAR

O objetivo é conscientizar as mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce

BRASÍLIA (21/10/16) – O Centro de Saúde nº 03 do Guará II realizará, neste sábado (22), das 9h às 12h, ação contra o câncer de mama em alusão ao “Outubro Rosa”. Na programação serão dadas orientação para prevenção, mama amiga, ginecologia, aferição da pressão, além de exame de bioimpedância, dança e assistência jurídica. O evento tem entre os principais objetivos sensibilizar e conscientizar as pacientes, e alcançar pessoas além do consultório.

Fábio Teixeira, administrador e gerente da unidade, destaca que o evento estreita o relacionamento dos profissionais com a população. “Queremos que o usuário e a população sintam-se abraçados por nós. Ver que estamos abertos, independente de uma consulta marcada, e que ele tem acesso à unidade. É sair da caixinha. Queremos mostrar a importância principalmente do diagnóstico precoce que pode ser feito pela própria mulher, pois são considerados de fácil identificação”, afirmou.

Segundo o INCA, cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como praticar atividade física regularmente, alimentar-se de forma saudável, manter o peso corporal adequado, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e amamentar. Sobre a detecção precoce, afirma que o câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, em grande parte dos casos, aumentando assim as chances de tratamento e cura.

O órgão destaca ainda que todas as mulheres, independentemente da idade, podem conhecer seu corpo para saber o que é, e o que não é, normal em suas mamas. Além de estar atenta ao próprio corpo, também é recomendado que mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia de rastreamento (quando não há sinais nem sintomas) a cada dois anos. Esse exame pode ajudar a o câncer ainda na fase inicial.

Seguindo a orientação da campanha do Instituto Nacional do Câncer (INCA), no “Outubro Rosa”, que tem como tema “Câncer de mama: vamos falar sobre isso?”, Teixeira quer fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama e desmistificar conceitos em relação à doença.

A campanha:

– enfatiza a importância de a mulher conhecer suas mamas e ficar atenta às alterações suspeitas;
– informa que para mulheres de 50 a 69 anos é recomendada a realização de uma mamografia de rastreamento a cada dois anos;
– mostra a diferença entre mamografia de rastreamento e diagnóstica;
– esclarece os benefícios e malefícios da mamografia de rastreamento;
– informa que o Sistema Único de Saúde (SUS) garante a oferta gratuita de exame de mamografia para as mulheres brasileiras em todas as faixas etárias.

O evento tem a colaboração da Administração Regional do Guará e da Faculdade Projeção.