Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/06/19 às 18h58 - Atualizado em 10/06/19 às 12h44

Conferência Distrital de Saúde termina com eleição de delegados e de propostas

COMPARTILHAR

 

A 10ª Conferência Distrital de Saúde chegou ao fim nesta sexta-feira (7), com a eleição dos delegados que irão representar o Distrito Federal na etapa nacional. Também foram votadas e escolhidas diretrizes e propostas que serão levadas ao evento, em agosto.

 

De um total de 332 delegados eleitos nas conferências regionais nas sete regiões de Saúde do DF, 68 foram escolhidos nesta sexta-feira (7), sendo 34 representantes de usuários, 17 de trabalhadores e outros 17 de gestores.

 

“Conforme prevê o regulamento aprovado no primeiro dia de conferência, as regiões de saúde deveriam escolher seus delegados de forma proporcional, de acordo com a quantidade de delegados escolhidos nas etapas regionais. Sendo assim, cada região de saúde indicou cinco, com exceção da Norte, que indicou quatro representantes”, explicou o assessor de Relações Institucionais, Wanderlei Ferreira Nunes.

 

DIRETRIZES – Após a escolha dos delegados, foi iniciada a plenária final para escolha de diretrizes e propostas nacionais e distritais que serão encaminhadas para a 16 ª Conferência Nacional de Saúde.

 

A leitura das propostas foi dividida por blocos, de acordo com os quatro eixos temáticos: democracia e a saúde; saúde como direito; a consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS); e o financiamento adequado e suficiente para a rede.

 

Segundo Wanderlei Ferreira, foram apresentadas 20 propostas por cada um dos grupos, de onde 10 foram selecionadas para a votação. “Daí, saíram duas diretrizes, sendo uma nacional e outra distrital, e mais cinco propostas”, detalha.

 

Entre os temas mais votados para ir à etapa nacional estão fortalecimento da atenção primária, da odontologia e dos centros de atenção psicossociais, além das políticas antimanicomiais. A maior participação da população no Sistema Único de Saúde também foi uma das questões mais demandadas.

 

 

EVENTO – A 10ª Conferência Distrital de Saúde começou na quarta-feira (5), com o objetivo de discutir os rumos da saúde pública no Distrito Federal, com apresentação de propostas elaboradas nas sete regiões de saúde locais para melhorar o Sistema de Saúde Único (SUS).

 

Cerca de 500 pessoas participaram do evento no Distrit Federal. O tema da conferência distrital é o mesmo da etapa nacional: Democracia e saúde: Saúde como direito e consolidação e financiamento do SUS.

 

As conferências de saúde têm como base a Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990, que dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a lei, as conferências se reunirão a cada quatro anos, com a representação dos vários segmentos sociais, para avaliar a situação de saúde e propor as diretrizes para a formulação da política de saúde nos níveis correspondentes.

 

 

Alline Martins, da Agência Saúde

Fotos: Mariana Raphael/ Saúde-DF

 

 

3º dia da Conferência Distrital de Saúde