Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/06/19 às 14h33 - Atualizado em 18/06/19 às 17h36

Criança passa por cirurgia inédita no Distrito Federal neste sábado

Procedimento é realizado no HCB, unidade da rede pública de saúde

 

Está em curso, neste sábado (15), no Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB), uma cirurgia de alta complexidade feita com uma técnica inédita no Distrito Federal. Realizado desde o período matutino, o procedimento, uma extrofia de bexiga, tem a função de reparar uma malformação da bexiga e da uretra de uma criança de apenas um ano e 11 meses.

 

O procedimento dura de nove a 12 horas e é considerado delicado por trabalhar com todas as estruturas afetadas pela anomalia. Após as intervenções, que resultam na separação das estruturas malformadas, preservando vasos sanguíneos e nervos, ocorre a reconstrução. Estima-se que a extrofia de bexiga acometa três em cada 100 mil nascidos vivos. No Distrito Federal, nasce uma criança por ano com essa malformação.

 

A cirurgia realizada no HCB, unidade da rede pública de saúde, utiliza a Técnica de Kelley, método criado há 50 anos, que garante resultados melhores, mas que ainda é pouco utilizado no mundo devido à complexidade.

 

O procedimento ocorre durante o encontro do Grupo Cooperativo Brasileiro Multi-Institucional para o Tratamento de Extrofia de Bexiga pela Técnica de Kelley. Cirurgiões pediátricos especializados em Urologia Pediátrica de diversos locais do Brasil estão na unidade, até amanhã (16), trocando experiências.

 

Criado em janeiro de 2019, o grupo viaja, mensalmente, para diversos locais do país para operar, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), crianças com extrofia de bexiga. Os custos de cada viagem são pagos pelos próprios integrantes. A cirurgia mobiliza, além dos integrantes do Grupo Cooperativo Brasileiro, vários outros profissionais do Centro Cirúrgico do HCB. Após o procedimento, a criança será encaminhada à UTI do hospital.

 

Fotos: HCB/SAÚDE-DF