Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/11/15 às 17h41 - Atualizado em 30/10/18 às 15h13

Delegações internacionais visitam bancos de leite do DF

Objetivo é conhecer programas de segurança alimentar e nutricional nas unidades de saúde

BRASÍLIA (5/11/15) – Os Bancos de Leite Humano do Distrito Federal receberam, nesta quarta-feira (4), a visita de delegações dos governos da Libéria, Gana, Etiópia, Ruanda e Malaui. A presença dos observadores estrangeiros se deve à troca de experiências no campo da segurança alimentar e ao reconhecimento internacional do trabalho desenvolvido na capital brasileira.

Na estadia em Brasília, os representantes africanos tiveram a oportunidade de conhecer o Programa de Aleitamento Materno da Secretaria de Saúde, que é classificado como “Padrão Ouro”, conforme credenciamento concedido pelo Programa Internacional Ibero-Americano de Bancos de Leite Humano (IBERBLH). Esse serviço, de acordo com índices oficiais, ajuda a diminuir a incidência de morte na infância.

“A nossa meta é reduzir a taxa de mortalidade infantil e, se podemos contribuir para que outros países também possam vencer o combate à fome, nos colocamos à disposição para receber representantes de outros países em nossas unidades”, ressaltou a coordenadora dos Bancos de Leite Humano do DF, Miriam Santos.

Na rede pública de saúde do Distrito Federal, os visitantes também conheceram o Núcleo de Apoio de Saúde à Família (Nasf), serviço prestado pelas Unidades Básicas de Saúde que oferecem atendimento nutricional, psicológico e alternativo aos seus usuários. “O serviço prestado pelo Nasf visa minimizar os problemas de saúde, agindo de forma preventiva aos agravos. Um dos principais problemas encontrados pelo Núcleo está relacionado à alimentação”, apontou a técnica em nutrição Cláudia Assis.

EVENTO – Além de apresentar alguns dos exemplos de nutrição e alimentação do DF, a Secretaria de Saúde também participa da 5ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, que acontece até sexta-feira (6), no Centro de Convenções Ulisses Guimarães. O evento reúne participantes de diversos países e tem em sua programação a realização de diversas palestras com temas voltados à alimentação.

“Reconhecemos a inserção do nutricionista na atenção básica como um grande responsável por vários programas de desenvolvimento alimentar e apresentar a organismos internacionais esse processo de estimulação de criação de ferramentas para combater as taxas de mortalidade é muito importante”, finalizou a chefe do Núcleo de Nutrição da Atenção Básica da Saúde, Fernanda Farias.