Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/06/15 às 10h41 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

DF ultrapassa a meta de vacinação contra a gripe

COMPARTILHAR

86% do público-alvo foram vacinados

BRASÍLIA (5/6/15) – A campanha de vacinação contra a gripe chegou ao fim com um saldo parcial positivo. Até o início da última quarta-feira (3), último dia da campanha, o DF conseguiu vacinar 86% do público-alvo, o que representa 523.452 pessoas. A meta era imunizar 80% das 608.882 que pertencem ao grupo.

No entanto, dentro dos grupos prioritários a meta ainda não foi atingida entre as crianças de 6 meses a menores de 5 anos, as gestantes e as mulheres com até 45 dias pós-parto. Estes grupos alcançaram, respectivamente, 67,8%, 72,1% e 73,1.

A maior adesão foi da população privada de liberdade e funcionários do Sistema Prisional (100%), pacientes com comorbidades (99,8%), trabalhadores da saúde (95,5%) e idosos com 60 anos ou mais (93,5%).

A diretora de Vigilância Epidemiológica, Cristina Segatto, informa que como alguns grupos ainda não atingiram a meta de cobertura, a vacina permanecerá disponível nas unidades de saúde até que a meta seja atingida. “Apesar de termos alcançado a cobertura vacinal global, temos grupos importantes em que ainda não conseguimos alcançar a meta estipulada. Dessa forma, a vacina permanecerá nas salas de vacinas e será destinada a população alvo até que todas as metas sejam alcançadas no DF.”

Segatto chama atenção em especial ao grupo com menor adesão, que são as crianças. “É importante que os pais levem as crianças para vacinar. Tivemos relatos de muitos pais que não quiseram levar seus filhos para vacinar por eles já estarem resfriados. Mas se criança não estiver com febre e seu quadro clínico tiver melhorado ela pode tomar a vacina, não haverá qualquer reação. Ressaltamos que as crianças menores de 5 anos de idade que receberam apenas uma dose da vacina durante a sua vida, devem receber duas doses da mesma.

A vacina continuará disponível em 116 salas distribuídas entre as regionais de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, até que a meta de todos os grupos seja atingida. Fazem parte do público-alvo os idosos, trabalhadores da área de saúde, povos indígenas, crianças entre 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, mulheres com até 45 dias pós parto, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, presos e funcionários do sistema prisional.

MITOS – Ao contrário do que muitos pensam a dose não transmite a gripe. A vacina é produzida com vírus inativado, ou seja, a dose não tem capacidade de desenvolver a doença. “O que acontece muitas vezes é que a pessoa já está em um processo infeccioso ou com algum tipo de vírus e, ao ser vacinado, coincidentemente, aparecem sintomas. Por isso, recomendamos não tomar a vacina quando a pessoa está com quadro febril agudo”, disse Eudóxia.

CONTRAINDICAÇÕES – Pessoas que tenham alergia severa a ovo, que tenham doença neurológica ativa e quem já teve alguma reação alérgica anteriormente ao tomar a vacina não poderão ser imunizadas.

Veja aqui a cobertura da campanha da vacinação