Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/06/21 às 14h36 - Atualizado em 17/06/21 às 18h47

É falso o banner que circula em aplicativos de conversa sobre vacinação contra a meningite ACWY

COMPARTILHAR

Secretaria de Saúde orienta população buscar os canais oficiais da pasta para obter as informações corretas

 

LÍVIA DAVANZO, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

Um banner com informações sobre a vacinação contra meningite ACWY está circulando em grupos de aplicativos de conversas. Entretanto, a Secretaria de Saúde esclarece que se trata de uma Fake News e que a pasta não foi responsável pela divulgação desse conteúdo que, inclusive, traz informação errônea sobre o público-alvo da vacina.

 

A vacina meningocócica ACWY protege contra quatro subtipos – A, C, W e Y – da meningite meningocócica. Entre os sorogrupos com importância epidemiológica na distribuição da doença, destacam-se seis: A, B, C, Y, X e W.

 

Como na arte acima, nossas mensagens e artes disponibilizadas no site e nas redes sociais são assinadas com a logomarca da Secretaria de Saúde.

Desde 2020, o Ministério da Saúde incorporou esse imunizante no Calendário Nacional de Vacinação. A vacina está disponível como rotina nas salas de vacina do Sistema Único de Saúde (SUS) sendo indicada para adolescentes de 11 e 12 anos. “Devem receber uma dose todos os adolescentes de 11 e 12 anos de idade, como reforço ou como dose única, a depender da situação vacinal encontrada”, orienta a enfermeira da área técnica de imunização da Secretaria de Saúde, Fernanda Ledes. “A imagem que está circulando fala em adolescentes de 11 a 14 anos, mas o correto é a faixa etária mencionada anteriormente: 11 e 12 anos”, alerta.

 

Além desse público, a especialista explica que também é indicada para alguns públicos específicos acima dos 12 meses de idade, como pessoas com HIV/AIDS, imunodeficiências congênitas e adquiridas, doenças neurológicas incapacitantes, entre outras. Esses grupos devem procurar um dos Centros de Imunobiológicos especiais (CRIE) do Distrito Federal, portando relatório médico que comprove a condição de saúde.

 

A doença

 

A meningite é uma inflamação das meninges, membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal, e pode ser provocada por vírus, bactérias, fungos e alguns parasitas. “Manter a caderneta de vacinação em dia é a melhor forma de se prevenir contra a meningite”, indica a enfermeira.

 

A meningococo é uma das principais bactérias causadoras da meningite. Segundo Fernanda, os indivíduos podem variar do quadro de portadores assintomáticos ao desenvolvimento da doença, que pode levar a óbito. “Devido a sua gravidade, evolução rápida e potencial de causar epidemias, a doença meningocócica é tida como um problema de saúde pública, sendo uma importante causa de morbimortalidade no mundo”, destaca.

 

Além da vacina meningocócica ACWY, há mais cinco que protegem contra diversos tipos de meningites: vacina meningocócica C conjugada, vacina pneumocócica conjugada 10 valente, vacina pentavalente, vacina BCG e vacina tríplice viral.

 

Saúde Sem Fake News

 

Recebeu uma notícia suspeita? Desconfie e, na dúvida, não compartilhe! A página Saúde Sem Fake News foi criada para que esse tipo de conteúdo possa ser checado e devidamente esclarecido. Caso receba alguma informação sobre a Secretaria e achar que é falsa, pode remetê-la pelo aplicativo WhatsApp no telefone (61) 99252-3540.

 

Vale destacar que o canal não funciona como um SAC ou tira dúvidas dos usuários, mas um espaço exclusivo para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente neste espaço se são verdade ou mentira, bem como amplamente divulgadas em nossas redes sociais.

 

EDIÇÃO: JOHNNY BRAGA

REVISÃO: JULIANA SAMPAIO