Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/04/20 às 19h07 - Atualizado em 3/04/20 às 22h27

Comércio de saneantes é flagrado manipulando álcool em gel clandestino

COMPARTILHAR

Número de apreensões do produto aumentou depois da pandemia do coronavírus

 

Um comércio varejista de saneantes em Taguatinga foi flagrada pela Vigilância Sanitária manipulando álcool em gel em sua sede. A empresa não tinha autorização para realizar a fabricação do produto pela Anvisa nem licença sanitária para a atividade. A ação contou com a participação da Polícia Civil, que encaminhou a proprietária para a delegacia para prestar esclarecimentos.

Nesta operação, que ocorreu na tarde de quinta-feira (2), foram apreendidos dois galões de 50 litros de álcool em gel 70%, 121 frascos de 1 litro e outros 7 frascos de 500 ml cada um. O produto foi encontrado em uma sala da empresa na qual estava um tanque com a mistura, em que era manipulado o álcool em gel e envasado.

“A empresa tem autorização para comercializar e não para fabricação de produtos”, esclarece Priscilla Morais, da gerência de Medicamentos e Correlatos da Vigilância Sanitária. A servidora acompanhou a operação.

APREENSÕES – Desde a descoberta do primeiro caso de coronavírus no Distrito Federal já foram apreendidos 1.481 litros de álcool em gel ilegal pela Vigilância Sanitária, o número de fiscalizações também aumentou depois da pandemia. A maior parte dos casos descobertos partiu de denúncias feitas pelo número 162. Quem pratica esse tipo de ilegalidade pode responder por crime contra a saúde pública.

Da Agência Saúde
Fotos: Divulgação