Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/05/13 às 13h01 - Atualizado em 30/10/18 às 15h05

Estratégia Saúde da Família melhora a assistência na atenção básica do Gama

COMPARTILHAR

A regional está com 68% de cobertura, contra 6,5% em 2011

A regional de Saúde do Gama recebeu mais 20 médicos de família, em 2012. Agora, a população local conta com 20 equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF) na área urbana, quatro equipes na zona rural e uma equipe destinada ao Presídio Feminino. A regional está com 68% de cobertura, contra 6,5% em 2011.  São 93.529 mil pessoas que já podem contar com assistência de atenção básica em suas casas.

Antonio Batista Filho, 62 anos, morador do Setor Leste, relata que está surpreso com a qualidade do serviço oferecido. Ele informa que mora com três portadores de deficiência física e não tinha condições de locomover os pacientes para consultas. “Agora o atendimento é feito em casa. A médica faz a consulta, solicita exames e a enfermagem cuida dos pacientes com carinho”, conta.

O serviço tem o objetivo de oferecer assistência básica de forma mais resolutiva e humanizada, com prioridade nas ações de promoção, proteção e recuperação da saúde dos usuários. O atendimento é prestado a pessoas de todas as idades, de forma integral, com uma visão ampliada da comunidade onde está inserida. Cada equipe de ESF é composta por um médico, um enfermeiro, dois técnicos de enfermagem e cinco agentes comunitários para atendimento de uma população definida entre 3.500 mil a 4 mil pessoas.

Segundo a Diretora de Atenção Primária a Saúde, a médica Ilma Maria Souza Santos, com o novo modelo de atendimento nas unidades básicas de saúde, a população é assistida por um médico generalista responsável pelos habitantes de sua área de abrangência em todas as suas necessidades de saúde. “Em casos de atendimentos por um especialista, o tratamento tem como base a clínica ampliada, que se configura em oferecer uma atenção completa ao usuário”, disse.

Eliane Simeão