Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/10/21 às 15h39 - Atualizado em 25/10/21 às 15h40

GDF inaugura UBS 7 de Sobradinho II, na Vila Buritizinho

Unidade fica na Vila Buritizinho e vai atender uma população de cerca de 16 mil pessoas

 

JURANA LOPES, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF | EDIÇÃO: JOHNNY BRAGA

 

Os moradores da Vila Buritizinho e da Vila Buritis, em Sobradinho II, ganharam uma nova unidade básica de saúde (UBS). A UBS 7 de Sobradinho II foi inaugurada, nesta segunda-feira (25), pelo governador Ibaneis Rocha e pelo secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache, e iniciou os atendimentos imediatamente após a inauguração.

Durante a entrega, Ibaneis Rocha destacou que o fortalecimento das equipes de Estratégia Saúde da Família, e das UBSs, fazem com que grande parte da população não precise chegar à situação mais grave que é a busca das Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) e dos hospitais.

 

Governador Ibaneis Rocha durante a inauguração da UBS 7 de Sobradinho II – Foto: Sandro Araujo/Agência Saúde-DF

“Estamos trabalhando na entrega de UBS e UPAs exatamente para atender a população, temos que fazer o máximo para formar ter mais equipes de Saúde da Família para que eles possam atender a população em suas residências, diminuindo a incidência de pessoas dentro da rede hospitalar”, afirmou o governador.

 

De acordo com o secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache, o principal objetivo do governo é aproximar os serviços de saúde da população, garantindo atendimento de qualidade próximo de casa. “A Atenção Primária à Saúde é responsável por mais de 70% dos atendimentos. Por isso, quanto mais perto da população, menos gente irá atrás de hospitais. Esta UBS vai atender até 300 pessoas por dia, o que é um grande ganho para os usuários da região”, avaliou.

Na próxima semana, a sala de vacina da UBS 7 estará em pleno funcionamento.

 

Mais perto de casa

 

Antes, a população da área era atendida na UBS 1 de Sobradinho II, que possuía nove equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF). Com a redistribuição, quatro dessas equipes atenderão na UBS 7 de Sobradinho II, possibilitando maior proximidade com os moradores da região, além de facilitar o deslocamento e garantir um melhor acesso aos serviços de saúde.

Cada equipe de ESF é responsável por cerca de quatro mil usuários. Neste caso, a UBS 7 de Sobradinho II cobrirá uma população de cerca de 16 mil habitantes.

 

“A UBS 1 de Sobradinho II ficava um pouco distante desta região e era preciso algum meio de transporte para se locomover. Com esta inauguração, garantimos acessibilidade e assistência em uma área de vulnerabilidade social, em que há muitos idosos e pessoas acamadas”, explicou Cláudia Aires, gerente da UBS 7 de Sobradinho II.

 

Motivação

 

Visitando o interior da UBS, o secretário de Saúde conversou com alguns servidores, que se mostraram animados e motivados com a nova estrutura para trabalhar. A nova unidade básica de saúde atuará com quatro equipes de Estratégia Saúde da Família e duas equipes de Saúde Bucal. Entre os serviços disponibilizados estão: vacinação, consultas médicas e de enfermagem, procedimentos, curativos, visitas domiciliares, atividades coletivas e práticas integrativas com a comunidade.

 

UBS 7 vai atender a uma população de 16 mil pessoas – Foto: Sandro Araujo/Agência Saúde-DF

A capacidade do local é de até 300 atendimentos por dia. A UBS 7 de Sobradinho II possui 870 m² de área construída e, ao todo, conta com 10 consultórios, sendo quatro para médicos, quatro para enfermeiros e dois para odontologia. Além disso, tem sala de atividades coletivas, sala de vacinas, sala dos agentes comunitários de saúde, sala de coleta de exames, sala de curativos, sala de inalação coletiva, copa para funcionários e vestiário para funcionários.

 

O investimento total da obra é de R$ 3,5 milhões de reais, dos quais R$ 1 milhão é proveniente de emenda parlamentar do deputado distrital Jorge Viana. O restante do recurso é proveniente da Secretaria de Saúde do Distrito Federal.

 

Esta é a oitava unidade básica de saúde entregue pelo GDF desde 2019, e ainda há previsão de entrega de mais duas unidades até o final do ano, sendo elas em Ceilândia e Planaltina (Vale do Amanhecer).