Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/01/15 às 10h36 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

GDF trabalha para reabastecer rede com medicamentos e itens básicos

COMPARTILHAR

Distribuição de medicamentos em falta e insumos de rotina

BRASÍLIA (27/1/15) – As unidades de saúde do Distrito Federal já estão sendo reabastecidas com medicamentos e insumos básicos que estavam em falta. Na última segunda-feira (26), a Farmácia Central recebeu 1650 unidades de Atracúrio – 10 mg/ml em ampola de 2,5 ml (utilizado como auxiliar em cirurgias e entubação endotraqueal) e, até quarta-feira (28), está previsto um carregamento do antibiótico meropenem.

Na sexta-feira passada (23), também houve a entrega de 15.080 bolsas de antibacteriano metronidazol. Outro esforço foi empenhar 22 remédios, entre eles, o omeprazol para tratamento de úlceras intestinais, que devem chegar na rede em breve.

De acordo com a Gerência de Programas do órgão, a Secretaria disponibiliza 889 medicamentos padronizados de compra regular, ou seja, aqueles que são utilizados rotineiramente. Desse total, 228 estão com estoques zerados e 82 aguardam nota de empenho para serem adquiridos.

Além dos remédios, na sexta-feira (23), a rede também já recebeu 700 mil compressas de gaze e o restante de materiais básicos e insumos estão, todos, em processo de compra.

FISCALIZAÇÃO INTENSIFICADA – Uma Comissão de Recebimento e Acompanhamento de Distribuição de Medicamentos foi criada para intensificar a fiscalização do recebimento, principalmente, das compras mais vultosas de medicamentos e insumos adquiridos. A medida, realizada por intermédio da Subsecretaria de Administração Geral (SUAG), também permitirá o acompanhamento da entrega dos itens nas unidades da rede.

Outra melhoria prevista é a individualização das doses, em que a Farmácia Central distribuirá os remédios com base no número de pacientes internados. Com isso, a quantidade de medicamentos será exata e, caso o paciente receba alta antes do previsto, o remédio retornará para a Farmácia Central, melhorando o racionamento do uso dos medicamentos.