Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/02/15 às 9h54 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

HMIB oferece atendimento especializado no Banco de Leite

COMPARTILHAR

Instruções ajudam as mulheres na etapa da amamentação

BRASÍLIA (20/02/15) – O Banco de Leite Humano do Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) apresenta acolhimento individualizado, humanizado e educativo feito por equipe multidisciplinar que cuida de forma integral da puérpera (mulher que deu á luz recentemente) e seu bebê. O serviço oferece atendimento completo e ensina os aspectos da amamentação como, por exemplo, as massagens para evitar a mastite, inflamação na mama, a ordenha e a pegada certa para não machucar o seio. Desde 2012, o Banco conta com dois pediatras para atendimento sob a forma de agenda aberta.

“Acompanhamos a mãe até esclarecermos todas as dúvidas, até ela se sentir bem segura. O foco é educá-la e prestar um atendimento contínuo”, relata Juliana Diniz Nogueira, pediatra do Banco de Leite.

Raquel Berlaz da Silva Godoi, 30 anos, mãe de João, seu primeiro filho, conta que quase desistiu de amamentar, mas com o apoio da família e da equipe do Banco de Leite conseguiu superar e, hoje, inspira outras mulheres a buscarem ajuda para continuar amamentando.

“Mesmo com o preparo que fiz, buscando informações antes do parto, não foi o suficiente para impedir que eu passasse por dificuldades”, explica Raquel. A puérpera buscou ajuda do Banco de Leite do HMIB por indicação de uma amiga. Após nove dias sentindo dor ao amamentar, ela sabia que algo estava errado. Foi recebida no Banco de Leite diversas vezes, inclusive para massagens na mama para impedir uma mastite.

“Fiquei impressionada com a qualidade, dedicação e o carinho da equipe. Eles foram fundamentais nessa etapa. Passei três meses vindo quase todos os dias”, destaca a paciente.

Raquel tornou-se parceira do HMIB e, atualmente, participa de cursos sobre a importância da amamentação promovidos para toda a equipe de saúde do hospital. Ela é convidada para dividir o que aprendeu e mostrar que a amamentação é uma vitória coletiva. “Foi uma experiência tão positiva que você tem vontade de levar isso a todas as mulheres. Muitas não têm o apoio que eu tive e também passam pelas mesmas dificuldades. Todos ganham quando o bebê e a mãe estão saudáveis”, conclui Raquel.

Para Rubens Godoi, marido de Raquel, os meses após o nascimento foram de muita tensão ao observar a dificuldade que sua esposa tinha ao alimentar João. Por isso, fez questão de ir às consultas e aprender sobre a forma correta de acomodar o bebê no seio da mãe e a translactação (técnica de retirada previamente do seio durante a amamentação) para poder ajudá-la em casa. “Foi só felicidade quando os dois superaram todo aquele sofrimento”, conta Rubens.

O atendimento é feito por ordem de chegada e funciona todos os dias das 8h às 18h. Para entrar em contato com o Banco de Leite do HMIB o telefone é 3445- 7514.

 O SERVIÇO – O atendimento especializado oferecido às puérperas, além do HMIB, também pode ser encontrado nas demais Regionais de Saúde da rede pública.

Confira as Unidades que oferecem o serviço