Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/10/17 às 11h28 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

Hospital de Apoio promove encontro de pacientes com fenilcetonúria

Doença é diagnosticada por meio do teste do pezinho

BRASÍLIA (26/10/17) – No próximo dia 27, pacientes diagnosticados com fenilcetonúria – doença genética na qual a pessoa nasce sem a capacidade de quebrar adequadamente moléculas de um aminoácido chamado fenilalanina – participarão de um encontro promovido pela Unidade de Genética do Hospital de Apoio. O objetivo é integrar pais e pacientes e dar orientações sobre a doença.

“Atualmente temos 52 pacientes em atendimento, desde recém-nascidos até adultos. Uma vez por ano fazemos esse encontro para dar orientações gerais sobre a doença, como é o tratamento, as consequências de não seguir as orientações, novas possibilidades de tratamento”, conta a chefe da unidade de genética, Maria Teresa Rosa.

O encontro será no auditório do HMIB e, apesar de ter foco nos pacientes e familiares, é aberto a quem se interessar pelo assunto. “É um momento para troca de experiência, trocas de receitas, já que quem tem a doença não pode se alimentar com muita proteína”, explica Teresa.

Dra. Teresa Maria Rosa

Fenilcetonúria é uma doença hereditária e é uma das diagnosticadas no teste do pezinho. No Distrito Federal, o Hospital de Apoio é a referência para este tipo de tratamento. “Neste ano, pacientes que eram atendidos pelo Sara passaram a ser atendidos por nós também”, informa Teresa.

O tratamento consiste em dieta pobre em alimentos que contenham fenilalanina, complementada por fórmula de aminoácidos.