Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/05/21 às 16h48 - Atualizado em 14/05/21 às 19h20

Hospital de Campanha do Autódromo amplia oferta de leitos covid no DF

COMPARTILHAR

Unidade foi inaugurada nesta sexta-feira (14) e deve receber os primeiros pacientes até a próxima segunda (17)

 

LÍVIA DAVANZO, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

O Distrito Federal conta com mais cem leitos para tratamento de pacientes diagnosticados com a Covid-19. Inaugurado pelo governador Ibaneis Rocha, nesta sexta-feira (14), o hospital de campanha do Autódromo Internacional de Brasília, com capacidade para atender pacientes em estado grave, possui cinco alas que comportam 20 leitos cada uma, equipados com suporte de diálise, monitores paramétricos e bombas de infusão que conduzem drogas vasoativas. A previsão é que até a próxima segunda-feira (17), o local receba os primeiros pacientes.

 

Unidade foi inaugurada pelo governador Ibaneis Rocha, pelo secretário adjunto de Gestão, Artur Siqueira e outras autoridades – Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

O chefe do Executivo destacou que a expectativa com a entrega é liberar os hospitais do Distrito Federal para que as cirurgias eletivas possam ser retomadas. “Tivemos que transformar leitos de uti geral em leitos de Covid. Com isso, paramos quase todas as cirurgias eletivas. Agora, vamos deslocar esses pacientes, reverter esses leitos de UTI que estavam sendo utilizados para covid para que possamos destravar a fila de cirurgias”, informou.

 

Ibaneis Rocha elogiou a nova unidade. “Fica mais essa estrutura à disposição de modo que possamos trazer saúde para nossa população mesmo nesse momento de dificuldade”, declarou.

O secretário adjunto de gestão em Saúde, Artur Siqueira, representou o secretário de saúde, Osnei Okumoto, na cerimônia. Na ocasião, reforçou o trabalho e o compromisso da pasta em trabalhar para oferecer a melhor assistência em saúde à população. “Estamos inaugurando mais um hospital de campanha para garantir ainda mais assistência aos pacientes graves com covid-19”, destacou.

 

Estiveram presentes no evento o vice-governador, Paco Britto; a deputada federal, Celina Leão; o deputado distrital, Jorge Vianna; entre outras autoridades locais.

 

Estrutura

 

Além das alas, a unidade tem também salas de triagem, salas para procedimentos invasivos, salas de insumos, salas de descompressão, farmácias, pontos de diálise, salas de raios-X e de tomografias.

 

Instalações possuem leitos com suporte de ventilação mecânica – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

O espaço comporta ainda área de desembarque de ambulâncias, setor administrativo, setor de TI, setor de manutenção, locais de descanso para a equipe de saúde, banheiros adaptados para PNE, copa e necrotério. Todos os ambientes contam com sistema de ar-condicionado e renovação de ar.

 

O projeto foi desenvolvido pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) em parceria com a Secretaria de Saúde. Com investimento de R$ 6,5 milhões, o hospital foi construído pela DMDL Montagens de Stands Ltda.

 

A Mediall Brasil vai fazer o gerenciamento técnico e a assistência multiprofissional, sendo responsável pela manutenção e fornecimento de insumos necessários para o funcionamento dos equipamentos – incluindo computadores e impressoras; e para o atendimento dos pacientes – medicamentos, materiais médico-hospitalares, gases medicinais e esterilização de equipamentos e materiais, alimentação, nutrição enteral e parenteral.

 

Hospitais de campanha

 

Na semana passada, o governador Ibaneis Rocha entregou o Hospital de Campanha da Região Sul, montado no Estádio Bezerrão, no Gama. Outra unidade foi construída na Escola Parque Anísio Teixeira, em Ceilândia. Juntas, as três unidades mobilizarão 300 leitos para tratamento de pacientes com o novo coronavírus.

 

O contrato das três unidades terá duração de seis meses e caberá à contratada a gestão integrada dos 300 leitos hospitalares com suporte ventilatório pulmonar e terapia renal substitutiva beira-leito. O valor total é de R$ 199.400.400,00, sendo R$ 66.466.800,00 por hospital. O pagamento será realizado por leito ocupado, com a diária no valor de R$ 3.692,60, conforme a tabela SUS.