Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/05/14 às 21h46 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Hospital do Gama reforça equipe médica do Pronto-Socorro infantil

Mais pediatras e mais leitos nas emergências

Na tarde desta sexta-feira (9), a Secretaria de Saúde (SES/DF) divulgou as últimas decisões tomadas para atender as demandas da Pediatria do Hospital Regional do Gama (HRG) e o Hospital Regional de Santa Maria (HRSAM). A concentração de três pediatras por turnos, contratação temporária de médicos e o reforço de mais leitos para internação, são as estratégias adotadas para sanar o aumento do fluxo nas emergências pediátricas, comum nessa estação climática.

A falta dos especialistas em pediatria em todo país, também já é realidade aqui no Distrito Federal tanto na rede pública, como na privada. Fica mais evidente ainda, quando há elementos que favorecem o aumento da necessidade de buscar ajuda desses profissionais. No caso do HRG, essa demanda saltou de três mil para seis mil atendimentos de março para abril. “Além de ter uma pressão do entorno em 40%, o clima favoreceu para que aumentasse a procura no pronto-socorro infantil”, informou Roberto Bittencourt, subsecretário de Atenção à Saúde da SES/DF.

Essa época do ano, Outono, é marcada pela transição de duas estações com climas extremos: Verão e Inverno. É a estação com mais oscilações e que abalam a saúde imunológica das pessoas e principalmente das crianças. Doenças respiratórias infecciosas, inflamatórias e alérgicas são muito comuns. Outra reclamação recorrente é de infecções virais como gripes e resfriados que podem tomar dimensões maiores como amigdalites, sinusites, otites, pneumonias e até meningites.

Para conseguir atender a demanda a SES/DF já abriu processo seletivo para contrato temporário de 80 pediatras (vide edital) para reforçar os atendimentos. Enquanto todo esse trâmite acontece, a SES/DF decidiu reforçar a equipe do Pronto-Socorro infantil do HRG. Serão três pediatras por turno para atender a demanda de sábado a terça-feira, período de maior procura. Às quartas, quintas e sextas-feiras não haverá atendimento de pediatria na emergência. As crianças mais graves serão encaminhadas para os pronto-socorros do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) e do Hospital Regional de Taguatinga (HRT). As crianças com menor gravidade serão atendidas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Recanto das Emas.

No caso do HRSAM, 33 leitos serão reativados e mais 34 abertos no HRT para complementar as vagas para internação. Além do reforço dos contratos temporários, a SES/DF também poderá contar com mais profissionais até o meio do ano. “O governador autorizou um novo concurso para 2,5 e mais 50 especialidades até o fim do primeiro semestre. Até o fim de junho as atividades do HRSAM serão normalizadas”, finalizou Bittencourt.

Por Luana Lemes, da Agência Saúde DF