Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/01/20 às 16h25 - Atualizado em 16/01/20 às 16h25

HRT investe em qualidade de vida para servidores da Saúde

COMPARTILHAR

Região Sudoeste incentiva o autocuidado com foco no bem-estar mental e físico

O Hospital Regional de Taguatinga (HRT) deu início a um projeto destinado a promover a melhoria da qualidade de vida dos servidores da unidade. O primeiro encontro aconteceu na manhã desta quinta-feira (16). A iniciativa consiste na realização de palestras semanais, abordando temas que influenciam a vida cotidiana familiar, social e laboral dos profissionais.

 

A cada semana, um novo tema de interesse comum será tratado, com o apoio de voluntários ou dos próprios servidores do hospital, encerrando a atividade com uma Prática Integrativa em Saúde.

 

No primeiro encontro o assunto foi o resgate do hábito de fazer as refeições à mesa e o espaço de diálogo que isso proporciona. A meseira Anne Mello partilhou sua experiência pessoal a fim de incentivar o costume de se fazer alguma refeição na semana com toda a família.

 

“Na mesa, todos estão na mesma altura, inclusive as crianças. Isso proporciona o olho no olho na hora da conversa. O importante não é o que nós temos sobre a mesa, mas quem nós temos à mesa: familiares, amigos, pessoas que amamos”, reflete a palestrante. Ela completa: “A mesa não pode ser uma obrigação. Ela pode ser um momento de partilha, de falar como foi o dia, a semana, fazer planos, contar os sonhos, um espaço para compartilhar coisas boas”.

 

Anne ressaltou que o bom relacionamento e a felicidade no ambiente familiar reflete nas outras atividades que a pessoa vai exercer, no convívio com as outras pessoas e na satisfação pessoal.

 

PROJETO – A iniciativa surgiu a partir da constatação de que havia um aumento significativo no número de servidores com restrição em suas atividades laborais, necessitando do desvio de funções e adaptações em outros serviços, assim como um aumento no número de afastamentos por licenças médicas.

 

De acordo com uma das coordenadoras do projeto, Cláudia Maria Lara, “ao se abordar temas que geram conflitos pessoais ou interpessoais e a vivências das práticas integrativas, espera-se a diminuição dos conflitos e o tratamento de doenças psicossomáticas causadas pelo estresse com a agitação da vida diária e da rotina do trabalho, resultando principalmente na melhoria da qualidade de vida”, explica a servidora.

 

Estão previstas palestras sobre administração do estresse e do tempo, bullyng, comunicação não violenta, entre outros pontos que influenciam na qualidade de vida, tudo voltado para a promoção da saúde e a prevenção de doenças entre os servidores.

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) esclarece que a expressão qualidade de vida é composta por seis domínios: o físico, o psicológico, o do nível de independência, o das relações sociais, o do meio ambiente e o dos aspectos religiosos.

 

SUDOESTE – Além do HRT, também o Hospital Regional de Samambaia (HRSam) já realiza Práticas Integrativas em Saúde entre os servidores desde 2019. As práticas são aplicadas por enfermeiras, técnicas e terapeuta ocupacional. Cada atividade tem hora e dia da semana para acontecer, previamente estabelecidos pela equipe e divulgados aos servidores do hospital.

 

“Em pouco tempo, já sentimos os impactos das atividades com a diminuição do absenteísmo, do número de afastamentos por licença médica, entre outros reflexos mais subjetivos”, relata o superintendente da Região de Saúde Sudoeste, Luciano Agrizzi.

 

O gestor revela: “Nossa intenção é realizar várias iniciativas nas unidades de saúde da região, focadas na saúde mental dos servidores para que estejam bem e prestem o melhor atendimento aos usuários”.

 

JANEIRO BRANCO – No dia 28 de janeiro, será realizado o Dia ‘D’ da saúde mental na Região Sudoeste. Nesta data será realizado o seminário Quem se ama, cuida da mente, cuida da vida, com início às 8h30 no auditório do HRT para todos os servidores da região.

Josiane Canterle, da Agência Saúde

Foto: Divulgação/Saúde-DF