Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/04/15 às 17h04 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

IHAC de Planaltina capacita 577 servidores

Treinamento prevê oito cursos de Aleitamento Materno

BRASÍLIA (22/4/15) – A Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC) de Planaltina realizou um balanço de fevereiro de 2014 a 2015, em que foram realizados oito cursos de Aleitamento Materno, dentre eles, um foi de Aconselhamento Materno (sendo o primeiro a acontecer na regional de saúde e o terceiro no DF). De acordo com a presidente do IHAC de Planaltina, Maria do Socorro Nunes Aguiar, 412 servidores foram capacitados sobre aleitamento materno e 165 servidores treinados em 22 cursos “in-loco” (realizados dentro do setor por duas horas).

Com o objetivo de ensinar sobre a importância da amamentação e seus benefícios, Maria do Socorro explica que o Hospital de Planaltina é um Hospital Amigo da Criança e que todos devem conhecer a politica de aleitamento materno e desencorajar práticas que propicie o desmame precoce. “E saberem que é proibida a distribuição de produtos como chupeta, mamadeiras, protetores de bico, conforme a lei 11.265/2006 – Norma Brasileira de Comercialização de Produtos Láctea”, diz.

Totalizando 577 pessoas capacitadas, Maria do Socorro informa que em todos esses cursos foram enfatizados a humanização na sala de parto e os Cuidados Amigos da Mulher (CAM), que são recomendações quanto ao direito do acompanhante, o contato pele a pele na primeira hora de vida do bebê, o desencorajamento de procedimentos invasivos, como episiotomia, ruptura de bolsa, a diminuição do número de cesarianas e também a importância da Doula na sala de parto.

Conheça: ” Dez passos para o Sucesso do Aleitamento Materno”
1 – Ter uma norma escrita sobre aleitamento materno, que deve ser rotineiramente transmitida a toda a equipe do serviço.
2 – Treinar toda a equipe, capacitando-a para implementar essa norma.
3 – Informar todas as gestantes atendidas sobre as vantagens e o manejo da amamentação.
4 – Ajudar a mãe a iniciar a amamentação na primeira meia hora após o parto.
5 – Mostrar às mães como amamentar e como manter a lactação, mesmo se vierem a ser separadas de seus filhos.
6 – Não dar a recém-nascido nenhum outro alimento ou bebida além do leite materno, a não ser que tenha indicação clínica.
7 – Praticar o alojamento conjunto – permitir que mães e bebês permaneçam juntos 24 horas por dia.
8 – Encorajar a amamentação sob livre demanda.
9 – Não dar bicos artificiais ou chupetas a crianças amamentadas.
10 – Encorajar o estabelecimento de grupos de apoio à amamentação, para onde as mães devem ser encaminhadas por ocasião da alta hospitalar.