Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/08/15 às 19h18 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

Iniciado curso para capacitar gestores da Secretaria de Saúde

Objetivo é melhorar os serviços prestados à população do DF

BRASÍLIA (27/8/15) – Aproximadamente 40 servidores da Secretaria de Saúde participaram, nesta quinta-feira (27), do seminário de abertura do Curso Online de Aperfeiçoamento Gestão Clínica e Coordenação Médica, na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O treinamento é mais uma das ações para otimizar a gestão dos recursos e serviços prestados à população do Distrito Federal.

A pretensão é treinar os participantes para melhorar a utilização das informações, otimizando o uso dos recursos e minimizando o desperdício. Também visa o fortalecimento da cultura de melhoria da qualidade e segurança dos processos de assistência, além de ampliar a satisfação dos pacientes.

“Gestão se faz com duas ferramentas: trabalho com capacitação e informação gerencial. É necessário conhecer o que pode ser feito para implementar ações de melhoria dos serviços, monitorar resultados e fazer as intervenções no tempo necessário”, destacou a secretaria adjunta de Saúde, participante da capacitação, Eliene Berg.

O curso é promovido por parceria entre Ministério da Saúde, Hospital do Coração de São Paulo, Universidade de Educação a Distância da Espanha (Uned) e o Instituto Carlos III de Madri. São 100 horas de duração que serão ministradas de agosto até dezembro deste ano, com fóruns e vídeo aulas, teleconferências.

Os tópicos são sistema de saúde, epidemiologia e prática clínica, avaliação das intervenções, instrumentos de gestão e centros de serviços e instrumentos de gestão clínica. “Vamos discutir ferramentas de gestão. Se é feita uma gestão eficiente, é feito um atendimento de qualidade, o que significa atender as necessidades do paciente”, afirmou a médica sanitarista consultora do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), que ministrou o seminário de abertura do curso, Beatriz Dobashi.

Segundo ela, o objetivo é aproximar a assistência da parte administrativa para que uma área se preocupe com o resultado da outra. “É necessário que os profissionais da assistência entendam a gestão de custos e operacionalidade e o administradores, a parte assistencial, melhorando o trabalho como um todo”, explicou.

CAPACITAÇÃO– A gerente de Educação e Saúde, Cláudia Gemaque, destacou que a Secretaria de Saúde está empenhada em capacitar os servidores. Por isso, está em elaboração um cronograma de cursos voltados para a área de gestão. “Vamos iniciar um programa focado nos gestores para capacitá-los sobre a estrutura da pasta e questões gerenciais”, finalizou.