Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/06/21 às 18h35 - Atualizado em 15/06/21 às 19h06

Mais de 135 mil doses de vacinas anticovid foram aplicadas em moradores de outros estados

COMPARTILHAR

Balanço semanal aponta que quase 90 mil doses foram para primeira aplicação

 

JOHNNY BRAGA, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

Desde o início da campanha de vacinação contra a covid-19, em 19 de janeiro, a Secretaria de Saúde já aplicou 135.013 doses do imunizante em pessoas que não residem no Distrito Federal. Foram 89.947 primeiras doses e 45.066 segundas doses. A maioria dos vacinados são do estado de Goiás, que soma 40.939 vacinados com a D1 e 20.867 D2.

 

Maioria das pessoas de outros estados que foram vacinados no DF vieram de Goiás – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

Dos mineiros que procuraram o DF para serem imunizados, 10.380 receberam a D1 e 5.451 a D2. A vacina também chegou ao braço de 5.957 paulistas que iniciaram o esquema vacinal no DF e 2.741 que receberam o reforço. No quarto lugar no ranking dos cidadãos de outras unidades da federação (UFs) que procuraram o DF, estão os fluminenses com 5.379 (D1) e 2.693 (D2) vacinas aplicadas.

 

Veja na arte a seguir o balanço por estado:

 

 

Conforme o quadro, moradores de todos os estados procuraram o DF para serem vacinados. A Secretaria de Saúde reforça que o Sistema Único de Saúde é universal e que, portanto, não restringirá a primeira dose para os cidadãos de outras UFs. No entanto, a segunda dose será aplicada somente em pessoas que iniciaram o esquema vacinal em solo brasiliense.

 

A medida é necessária para garantir que os cidadãos do DF não fiquem desassistidos sem a dose de reforço. Salvo algumas exceções, em que a pessoa mora no DF, mas tomou a primeira dose fora, ela poderá receber a D2 na capital apresentando justificativa via Ouvidoria.

 

Boletim semanal

 

Os dados apresentados acima foram divulgados no balanço semanal da Secretaria de Saúde com dados extraídos do SI-PNI do Ministério da Saúde, alimentado pela pasta. Através das informações do Cartão Nacional de Saúde é possível identificar o local de residência do cidadão.

 

O balanço aponta que 95,2% dos trabalhadores da Saúde, seja da rede pública ou privada, iniciaram o esquema vacinal e 71,1% concluíram. O boletim traz o número de doses que foram perdidas durante a campanha. Lembrando que 10% das doses recebidas são reservadas tecnicamente para suprir tais perdas. O número leva em conta o total de imunizantes disponíveis.

 

Houve a perda de 7.066 doses, sendo que 6.509 ocorreu por volume insuficiente no frasco. A pasta lembra que no dia 5 de março a Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorizou que o Instituto Butantan reduzisse o envase da vacina CoronaVac passando de 6,2 mil para 5,7 ml. Após essa data, houve um aumento significativo de queixas técnicas de volume inferior ao descrito em bula.

 

Até o momento, o DF já vacinou 782.763 pessoas com a primeira dose e 327.448 com a segunda dose. A cobertura é de 33,89% para D1 e 14,18% para D2 considerando a população elegível para vacinação, que são adultos a partir de 18 anos.