Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/06/21 às 19h45 - Atualizado em 11/06/21 às 19h59

Mais de 48 mil pessoas agendaram vacinação nesta sexta-feira (11)

COMPARTILHAR

Maioria dos agendados são das faixas etárias entre 53 e 59 anos

 

JOHNNY BRAGA, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF

 

Expectativa da Secretaria de Saúde é vacinar 176 mil pessoas em uma semana – Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

Em cinco horas, a Secretaria de Saúde agendou a vacinação de 48.490 pessoas pelo site vacina.saude.df.gov.br. A maioria faz parte do grupo das faixas etárias, sem comorbidades, com idades entre 53 e 59 anos. No total, 47.153 pessoas desse público agendaram atendimento para o período de 12 a 18 de junho. A maioria agendou para o dia 14, totalizando, até às 17h desta sexta-feira (11), 19.404 agendamentos de um total de 21 mil previstos.

 

Ao meio-dia, abriu o agendamento para quem tem entre 55 e 59 anos. Às 13h, foi possível agendar aqueles de 53 e 54 anos. Às 14h, foram abertas vagas para os rodoviários e às 16h para o grupo de comorbidades. O agendamento segue aberto uma vez que há vagas disponíveis para atender esses públicos.

 

 

A distribuição das vagas ocorreu da seguinte maneira: 114 mil vagas para as faixas etárias entre 53 e 59 anos; 5 mil vagas para os rodoviários e 12.864 para o grupo de comorbidades.

 

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto gravou um vídeo falando sobre o avanço da vacinação:

 

 

Além disso, no fim de semana, 8 mil trabalhadores de creches públicas e privadas serão vacinados concluindo a vacinação para esse grupo. Na próxima semana, 34 mil professores serão vacinados com as vacinas da Janssen em uma grande operação que as pastas da Saúde e Educação farão. Somando todos os grupos que serão vacinados, a pasta prevê vacinar, entre os dias 14 e 18 de junho, 176.056 pessoas.

 

Agendou e não pôde ir?

 

Para o grupo de pessoas com comorbidades e com deficiência, a orientação é que quem não puder comparecer ao ponto de vacinação no dia e hora marcados, terá até cinco dias para voltar na unidade que agendou e se vacinar. Para o público em geral, é necessário apresentar um atestado médico, comprovante de viagem ou documento que justifique a falta.