Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/01/14 às 17h17 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Mais de 525 mil pessoas foram atendidas nas quatro UPAS do DF em 2013

COMPARTILHAR

Unidades receberam 1.607 pacientes por dia, em média

As quatro Unidades de Pronto Atendimento (UPA) do Distrito Federal fecharam o ano de 2013 com mais de 525 mil atendimentos. Por dia, 1.607 pacientes, em média, receberam assistência médica nas unidades do Núcleo Bandeirante, Recanto das Emas, Samambaia e São Sebastião. A Secretaria de Saúde (SES/DF) prevê a construção de mais sete unidades em 2014.

As UPAS fazem parte da Política Nacional de Urgência e Emergência, lançada pelo Ministério da Saúde em 2003. O Distrito Federal conta com quatro em pleno funcionamento com as especialidades de raio-X, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação.

“Os médicos das UPAS analisam o diagnóstico e determinam a necessidade de encaminhamento para os hospitais ou a necessidade de manter o paciente em observação por 24 horas. A maioria dos casos é resolvida nas próprias unidades”, afirmou Cristhiane de Aguiar, coordenadora geral das UPAS do DF.

A afirmação da coordenadora revela a diferença que as UPAS fazem na saúde da população. Segundo o balanço de atendimentos do ano de 2013, os 1.607 atendimentos diários nas UPAS significam o desafogamento nas emergências dos hospitais do DF. As quatro unidades juntas atenderam 525.500 pacientes com pressão e febre alta, fraturas, cortes, infarto e derrame.

Para este ano, a SES/DF tem a meta de iniciar a construção de mais sete UPAS em Santa Maria, Taguatinga, Brazlândia, Itapuã, Planaltina, Plano Piloto e Estrutural. As próximas a serem entregues serão as de Ceilândia (Ceilambódromo), Sobradinho II, Gama e Ceilândia Norte.

Por Luana Lemos, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61)3348-2547/2539 e 9862-9226