Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/08/20 às 21h37 - Atualizado em 7/08/20 às 0h05

Mil balões para celebrar mil altas no Hospital de Campanha

COMPARTILHAR

Pacientes despediram-se do hospital ao som da banda do Corpo de Bombeiros

 

JOSIANE CANTERLE, DA AGÊNCIA SAÚDE DF

 

Uma grande celebração aconteceu na tarde desta quinta-feira (06), no Estádio Mané Garrincha. Não era jogo de futebol nem um show internacional. Foi a comemoração pela recuperação de mil pacientes da Covid-19 no hospital de campanha. A saída emocionada e emocionante de 17 pacientes contou com as músicas executadas pela Banda de Música do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal.

 

Mais de mil pessoas venceram a Covid-19 e receberam alta do Hospital de Campanha – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

O secretário de Saúde, Francisco Araújo, também marcou presença nesse momento de festa. “É um momento que temos que comemorar porque esse hospital, com seus 193 leitos, sendo 173 enfermarias e 20 de suporte avançado, serve de retaguarda para o Hospital Regional da Asa Norte e todas as outras unidades”, afirmou o gestor destacando a importância da estrutura temporária para o momento de pandemia.

 

A banda do CBMDF apresentou-se na comemoração da marca de mil altas – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

 

Expectativa

 

Já se passava das 17 horas. As cadeiras dispostas formavam um corredor ocupado por filhos, filhas, esposos e esposas, netos e amigos. No rosto, a ansiedade de ver saindo pela porta de acesso às arquibancadas a cadeira de rodas que levaria até as famílias a pessoa amada. Empurrando as cadeiras, a emoção de quem levava mais um paciente querido com o sentimento de dever cumprido. A esses profissionais, toda a gratidão dos pacientes.

 

Parentes e amigos aguardavam na saída a chegada dos pacientes curados – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

“Toda ala feminina da ala B, todos os técnicos, todos os doutores que cuidaram de mim, esses vão ficar no meu coração. Todas essas meninas aí são uns ‘amores de pessoa’”, repetia a Francisca Cosme Silva, a paciente de número mil. Hospitalizada desde 27 de julho, a mulher de 66 anos era só sorrisos por trás da máscara, e muita gratidão. “Eu só tenho a agradecer por tudo o que está acontecendo na minha vida. Primeiramente a Deus, porque Ele é o médico dos médicos. E segundo aos profissionais da saúde porque também sem eles não somos nada”, dizia ansiosa para voltar para casa.

 

Ao todo, 17 pessoas receberal alta do hospital de campanha nesta quinta-feira (6) – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

 

Ansiedade para quem recebe a alta e também para quem espera pelos seus do lado de fora. Raissa Lorrane Gomes da Silva é moradora do Café Sem Troco, área rural do Paranoá. Ela aguardava pela sua mãe, Rosália Gomes Pereira (50), quem estava internada havia nove dias. Nas mãos, ela carregava um lindo vaso de orquídeas e nos olhos a emoção do momento mais aguardado e a dor dos dias distantes. “Foi muito desesperador. Acho que foram os piores dias das nossas vidas. Foi muito difícil. E sem contato, ela estava no oxigênio e a gente não podia visitá-la, não podia nada. Agora a gente está muito feliz. Assim como foram os piores nove dias hoje é um dos dias mais felizes para a gente”, comemora a filha.

 

A jovem conta que além de sua mãe, a própria Raissa e o seu padrasto também tiveram a Covid, mas com sintomas leves curaram-se em casa. “A gente nunca tinha ficado separado. Ela nunca tinha sido internada por nenhum motivo na vida”, desabafa Raissa.

 

Celebração da vitória

Quando o sol já estava se despedindo no horizonte, familiares, pacientes e profissionais da saúde reuniram-se em um momento único em frente ao estádio, quando soltaram mil balões brancos ao som de “We are the champions”. Todos os 1.014 pacientes que passaram pelo hospital de campanha do Mané Garrincha e venceram o novo coronavírus estavam ali representados. Um espetáculo de emoção, muitas vitórias e a beleza de um novo recomeço com um horizonte multicolorido.

 

Mil balões para comemorar mil altas – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

 

EDIÇÃO: JOHNNY BRAGA

REVISÃO: JULIANA SAMPAIO 

 

Veja a galeria de fotos:

Mil balões para celebrar mil altas