Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/04/14 às 21h55 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Mulheres realizaram exames preventivos, mas não buscam resultados

27 delas têm alterações e precisam iniciar o tratamento imediato

A Secretaria de Saúde (SES/DF) promove serviços e tratamentos para pessoas que lutam para vencer o câncer. Além dos atendimentos ambulatoriais nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), a secretaria conta com as quatro Carretas da Mulher e com as campanhas de vacinação contra o HPV. Mesmo com ações como essas, algumas mulheres ainda não retornam para saber o diagnóstico. Atualmente, 27 mulheres com os exames de colo do útero alterados, não retornaram para iniciar o tratamento.

Neste ano, a Carreta da Mulher já atendeu mais de 31 mil mulheres com exames de papanicolau, mamografia e ecografia para diagnosticar e tratar o câncer. Já a campanha contra o HPV vacinou este ano, cerca de 33 mil meninas entre 9 e 13 anos. Todas essas ações são voltadas para acabar com a taxa de mortalidade pela doença, principalmente a do colo do útero que causa a morte de cerca de 90 mulheres por ano aqui no Distrito Federal.

Das mulheres que fizeram exame preventivo nas USB nos últimos meses, 27 delas não retornaram às unidades nem para receber o resultado. “Já utilizamos todos os meios e estratégias, como busca ativa por telefone e por meio eletrônico, na tentativa de encontrar e acolher essas mulheres para o tratamento”, disse Cristina Scandiuzzi, gerente de Câncer da SES/DF.

A SES/DF, com o intuito de promover saúde e qualidade de vida à população feminina do Distrito Federal, solicita que as mulheres relacionadas (aqui) entrem em contato com a Gerência de Câncer da SES/DF no telefone 3348-6663 para tratar de assuntos de seu interesse.

A Carreta da Mulher está disponível para toda população e fica em pontos estratégicos do Distrito Federal. Acesse o site www.carretadamulherdf.com.br e saiba onde está a mais próxima da sua casa.

Por Luana Lemes, da Agência Saúde DF.