Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/01/13 às 20h27 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Saúde faz barreira contra Dengue

COMPARTILHAR

Ações serão intensificadas na Ceilândia e Lago Norte, neste fim de semana

Em 2012, os casos confirmados de Dengue foram reduzidos pela metade no Distrito Federal. Apesar da queda, as fortes chuvas previstas até o fim de março podem favorecer o aumento das notificações. Por conta disso, a Secretaria de Saúde do DF começa, a partir desta sexta-feira (25), na Universidade de Brasília (UnB), uma série de ações a fim de combater qualquer tipo infestação do Aedes Aegypti.

No sábado (26), o mutirão da Dengue chegará no Lago Norte e na Ceilândia, sendo prolongado durante toda a semana. Em seguida, as ações serão estendidas para outras localidades e serão intensificadas até o fim do período chuvoso. O trabalho dos agentes da Diretoria Vigilância Ambiental (Dival) consistem basicamente em tratamento de focos do mosquito, eliminação dos depósitos, orientação aos moradores e distribuição de panfletos educativos.

Uma das principais metas do Mutirão de Dengue é evitar a transmissão dos casos vindos de outras cidades para o DF, já que nos municípios da Região do Entorno o controle da dengue é precário. Dessa forma, por meio dos mutirões, a Secretaria de Saúde cria uma espécie de barreira para o mosquito, a fim de evitar a proliferação da doença.

O sucesso das ações depende muito da participação da comunidade. “Grande parte da população do Entorno trabalha no DF. Portanto é necessário que o controle da doença aconteça tanto em casa quanto no ambiente de trabalho. É preciso que a população colabore, criando um hábito de semanalmente dedicar 10 minutos para a eliminação de possíveis focos de dengue”, alerta a Subsecretária de Vigilância à Saúde, Marília Coelho Cunha.

Hugo Mendes