Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/12/17 às 17h51 - Atualizado em 30/10/18 às 15h18

Nove ideias são apresentadas na última edição do Papo de Saúde de 2017

COMPARTILHAR

Projeto recebeu 170 sugestões em suas três rodadas 

BRASÍLIA (15/12/17) – Com um balanço de 170 sugestões cadastradas ao longo de 2017, o projeto Papo de Saúde teve sua terceira e última edição deste ano realizada nesta sexta-feira (15). O secretário de Saúde, Humberto Fonseca, recebeu os nove servidores que tiveram ideias selecionadas nesta rodada, e enfatizou “ser de grande importância o diálogo com os profissionais que atuam na ponta.”

“O projeto Papo de Saúde foi bem sucedido. Recebemos muitas ideias para melhorar nossos serviços e processos de trabalho. Essa é uma atividade que faz parte das ações desenvolvidas para valorização da experiência do servidor. Vamos implementar boa parte dessas sugestões e continuar com o projeto em 2018”, destacou Fonseca, ao lado dos secretários adjuntos de Gestão, Ismael Alexandrino, e de Assistência à Saúde, Daniel Seabra.

A primeira servidora recebida foi a pneumologista Maria Margarete da Silva, do Hospital de Base, participando pela segunda vez do projeto.

“Desta vez, minha sugestão é que os médicos possam marcar o retorno dos seus pacientes durante a consulta, facilitando a vida dos usuários da rede pública de saúde. Na primeira sugestão, apresentada e aceita na rodada inicial, propus que os médicos conseguissem informar o código de identificação de doenças (CID) no sistema apenas após finalizar a consulta, evitando a inserção do CID errado”, lembrou.

O técnico administrativo Hélio Rodrigues, da Subsecretária de Gestão de Pessoas (Sugep), foi o segundo servidor a apresentar sua ideia. “Minha sugestão é aproveitar os conhecimentos dos alunos de Saúde Coletiva da Universidade de Brasília para produção de indicadores que possam contribuir para execução de políticas públicas. Eles poderiam ser voluntários nesta atividade”, explicou.

Também servidora da Sugep, a técnica administrativa Mirela Meneses Marques ressaltou que poderia ser criado um novo sistema de avaliação e premiação das equipes de trabalho que se destacam em suas carreiras. “Sugiro uma avaliação denominada 360, em que a avaliação do funcionário é feita por todos a sua volta”, finalizou.

O encontro terminou com a apresentação de Iara Cesário Jardim, fisioterapeuta do Núcleo de Saúde Funcional. A proposta foi desenvolver um aplicativo com indicadores para que os fisioterapeutas possam classificar a gravidade dos pacientes para aperfeiçoar o tratamento. Para ela, o Papo de Saúde é uma oportunidade de contribuir para melhoria da secretaria.

“Estou desde 2013 na Secretaria de Saúde e essa foi a primeira vez que tive um espaço para dar ideias. Mesmo que minha proposta não seja selecionada, me senti ouvida pela gestão”, disse.

Confira a galeria fotos