Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/07/15 às 20h50 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

Novos servidores iniciam curso para atuar na rede

São 101 médicos e 253 profissionais de outras áreas

BRASÍLIA (27/7/15) – Antes mesmo de tomar posse como secretário de Saúde, Fábio Gondim fez questão de dar as boas-vindas aos 354 novos servidores que participam esta semana do curso de acolhimento. Em um breve discurso, ele apontou a mudança no modelo de gestão como um dos caminhos para driblar a atual crise na rede pública e fez um apelo pela melhora do atendimento à população.

“Vocês estão entrando na nossa luta. Vamos trabalhar para reverter os problemas e oferecer melhores condições de trabalho, mas peço a vocês que não percam o brilho e não se esqueçam da vocação de quando escolheram a profissão, que lida com o sofrimento das pessoas”, destacou o gestor.

Também presente ao encontro, a secretária adjunta Eliene Ancelmo Berg ressaltou que o empenho dos servidores é essencial para obtenção de bons resultados.

“Começamos um novo momento de gestão da Saúde no Distrito Federal. Conheço bem a ponta e irei me debruçar para encontrar soluções na parte que me compete. Hoje, estamos com a Saúde com muitas dificuldades, mas existe um trabalho árduo que parte do governador, do nosso secretário, mas que precisa de vocês para dar certo. Com uma boa equipe, podemos ter o resultado que a população precisa”, afirmou.

Para alcançar os objetivos traçados, os novos gestores da Saúde passaram o fim de semana reunidos para receber diagnósticos de diversos setores da pasta e, de forma prática, para traçar as primeiras medidas a serem adotadas, com o objetivo de melhorar a assistência à população. Um dos pontos já abordados foi o controle na dispensação de medicamentos.

“Quero que este controle chegue ao paciente. Hoje, a empresa entrega o medicamento à farmácia, mas a partir daí não temos mais o controle. É uma questão gerencial, e para gerenciar preciso conhecer a utilização. Agora, nosso sistema acompanhará até a entrega ao cidadão. Isso vai evitar a perda e a má gestão”, frisou Gondim.

CAPACITAÇÃO – O curso de acolhimento dos 354 servidores recém-empossados – sendo 101 médicos e 253 de outras categorias – começou nesta segunda-feira (27), nos auditórios da Fepecs e do edifício sede.

Promovido pela Gerência de Educação e Saúde, o curso se estende até quarta-feira (29). A participação é obrigatória. Para os médicos, o treinamento ocorre na Fepecs e para as demais categorias no edifício sede da Administração Central.

De acordo com a gerente, Cláudia Gemaque, o objetivo do curso é inserir o novo servidor no contexto da Secretaria de Saúde. “Eles precisam entender as rotinas de trabalho e o funcionamento da Secretaria”, disse, ao citar entre os temas trabalhados direitos e deveres, carreira, cargo, remuneração e ponto eletrônico.