Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/06/20 às 10h17 - Atualizado em 24/06/20 às 11h43

Pacientes da UBS 2 de Santa Maria recebem fraldas em casa

Por conta da pandemia, ação surge para reduzir o trânsito de pacientes na unidade

 

GUILHERME PEREIRA, DA AGÊNCIA SAÚDE

 

Fotos: Divulgação/Secretaria de Saúde

Uma ação conjunta entre a Unidade Básica de Saúde 2 de Santa Maria e o Centro de Apoio Psicossocial para Álcool e Drogas Flor de Lótus, também da região, já entregou 3.020 fraldas aos 76 pacientes cadastrados na unidade de saúde. As fraldas são para os aqueles diagnosticados com incontinência urinária e anal permanente, disfunção neuromuscular da bexiga ou cólon neurogênico. A medida ocorre para reduzir o fluxo de pessoas no interior da UBS.

 

As entregas foram iniciadas na última sexta-feira (19) e ocorrerão durante toda esta semana nas residências dos pacientes assistidos pela UBS. A expectativa é de que, até o final desta semana, 12 mil pacotes sejam entregues aos usuários que possuem cadastro no programa de fornecimento de fraldas descartáveis.

 

A ação surgiu devido à pandemia do novo coronavírus que fez com que os servidores da unidade, juntamente com os agentes comunitários de saúde, criassem uma maneira de assistir os pacientes sem que eles se deslocassem até a unidade.

 

“Vimos a necessidade de entregar as fraldas em domicílio, tendo em vista que a maioria dos usuários é idoso ou portador de necessidades especiais e encontra-se em isolamento”, afirma o gerente da unidade, Victor Campos.

 

A entrega também possibilitou que um paciente diagnosticado com Covid-19, e cumprindo isolamento social, recebesse o pacote de fraldas sem precisar deixar sua casa. Com a ação, também é possível verificar se o paciente assistido ainda mora no local cadastrado e manter os registros no programa sempre atualizados.

 

“A parceria com os agentes comunitários de saúde que, junto com a gerência, avaliaram a necessidade de entregar as fraldas em casa, tendo em vista que o público alvo é vulnerável (idosos, portadores de necessidades especiais) e estavam evitando vir à unidade de saúde, justamente por causa do distanciamento social”, complementa Victor.

 

RIACHO FUNDO II – Uma ação semelhante, na última semana, foi realizada pela Unidade Básica de Saúde 1 do Riacho Fundo II, que possui 55 pacientes cadastrados no programa. Victor Campos ressalta que a ação da UBS 1 serviu de modelo para os servidores da Unidade de Santa Maria. “Nos inspiramos nesta ação, tendo em vista o bom relacionamento que temos com a UBS 1 do Riacho Fundo II”.