Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/10/20 às 15h22 - Atualizado em 21/10/20 às 11h08

Pacientes do Hospital da Criança assistem filme em óculos de realidade virtual

COMPARTILHAR

Novidade chegou nesta semana e o uso está sendo avaliado

 

JOSIANE CANTERLE

 

Os pequenos pacientes internados no Hospital da Criança de Brasília, que faz parte da rede pública de saúde, estão experimentando uma nova forma de entretenimento com a chegada de 11 óculos de realidade virtual. Os equipamentos, devidamente higienizados, são disponibilizados por uma equipe que percorre toda a ala de internação. Nesta semana foram disponibilizados dois filmes: um mais infantil e outro de aventura. Ambos serão exibidos de acordo com a faixa etária dos pacientes.

 

Crianças internadas são entretidas com filmes exibidos em óculos de realidade virtual – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

 

Ana Júlia Araújo estava cuidando da sua filha de cinco anos, Maria Alice, quando foram surpreendidas pela chegada dos profissionais com os óculos de realidade virtual. De início a pequena paciente mostrou-se curiosa, mas não quis experimentar os óculos. No entanto, a mãe é só elogios às iniciativas para entreter as crianças. “Tem esse apoio humano para eles (os pacientes) não ficarem focados nesse ambiente de hospital”, resume Ana Júlia.

 

Diferente de Maria Alice, o pequeno Gabriel, de 10 anos, curtiu muito a experiência. “Eu gostei mais da parte do tubarão. Eu passei a mão nele”, relatou o paciente. “Eu conhecia porque fui com a escola num passeio e tinha lá”. Gabriel está internado há cinco dias, já realizou uma cirurgia e aguarda a alta médica para ir para casa. Ao seu lado, a mãe Edilaine Teles comenta que o filho “adora essas coisas diferentes e aqui ele está tendo muita distração no hospital”.

 

Gabriel viajou no universo das animações infantis – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

 

Os equipamentos foram disponibilizados por uma Organização Não Governamental de São Paulo após contato de profissionais do hospital para obter informações sobre o projeto. De acordo com a pediatra oncologista do HCB, Estefânia Rodrigues Biojone, a ideia surgiu ainda no ano passado e se fortaleceu neste ano, com a pandemia, que limitou o acesso das crianças às opções de entretenimento disponíveis na unidade.

 

Enquanto estão em tratamento na unidade, pacientes mudam a rotina com entretenimento – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

 

“Antes da pandemia a gente tinha ‘Os doutores do riso’, ‘Sinfonia da Saúde’, e outros projetos, então a gente tinha meio que uma programação cultural. Também tem o Espaço Brincar, que ficou muito tempo fechado e foi reaberto há 15 dias com limitações”, conta a médica. A coordenadora já planeja os usos futuros dos óculos recebidos. Existe a possibilidade de disponibilizar o equipamento para pacientes no pré-cirúrgico, como relaxamento nos momentos em que os profissionais forem realizar o acesso à veia do paciente, por exemplo, e outros procedimentos que possam gerar tensão às crianças. “O campo de ação para essa ferramenta vai muito além”, resume a médica.

 

Os equipamentos chegaram recentemente e estão sendo testados e avaliados pela equipe diante da reação dos pacientes.

 

Pacientes do Hospital da Criança assistem filme em óculos de realidade virtual