Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/03/15 às 21h24 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

Evento em comemoração ao Dia de Atenção à Disfagia

Palestras alertam sobre o atendimento aos pacientes

BRASÍLIA (18/3/15) – Em alusão ao Dia de Atenção à Disfagia, comemorado em 20 de março, uma parceria entre o Hospital Universitário de Brasília (HUB), Universidade de Brasília (UnB) e Secretaria de Saúde está promovendo uma série de atividades para discutir o problema, que é um distúrbio da deglutição.

Desde o último dia 16, diversas palestras com a participação de servidores da Secretaria de Saúde têm ocorrido de modo a capacitar os profissionais de atenção primária à saúde com relação ao diagnóstico e encaminhamento de pacientes com disfagia.

Os eventos são abertos a todos os colaboradores, médicos, residentes, profissionais de saúde, alunos, pacientes, cuidadores e população interessada no assunto. Na tarde desta quarta-feira (18), as atividades contaram com a participação de equipes do Núcleo de Apoio à Saúde Familiar (Nasf) e do Núcleo Regional de Atenção Domiciliar (Nrad), da Secretaria de Saúde.

“Como trabalhamos em rede, é essencial que a gente conheça todas as áreas, entenda o fluxo. Por isso, resolvi participar da palestra”, observou a terapeuta ocupacional do Nasf do Hospital Regional de Ceilândia, Caroline Jonas.

Também participando da palestra, a fonoaudióloga Marília Franco observou a importância de obter mais conhecimento. “Aqui também estão participando alunos e é muito boa essa troca. A gente tem sempre muito a ensinar e também muito a aprender”, destacou.

Ao todo, cerca de 50 pessoas participaram da palestra, entre servidores e estudantes de fonoaudiologia, enfermagem e saúde coletiva. A próxima palestra será na sexta-feira (20), entre 8h30 e 11h30, no auditório da Faculdade de Ceilândia da UnB. A inscrição é feita na hora do evento.

DOENÇA- A palestra desta quarta-feira foi ministrada pela professora de fonoaudiologia da UnB, Cristina Furia, que conta com a parceria da também professora Isabella Silva na programação do evento. Segundo as profissionais, disfagia é um distúrbio de deglutição, que traz dificuldade para engolir, de origem neurológica ou mecânica/estrutural, e que atinge todas as idades, especialmente recém-nascidos ou idosos.

A disfagia é uma condição comum em pacientes com doenças neurológicas e também em pessoas com alterações locais obstrutivas. O problema também pode ocorrer em pessoas com Doença de Chagas.

O diagnóstico é feito através da avaliação clínica e instrumental da deglutição. O tratamento é realizado por equipe multidipliscinar, formada por fonoaudiólogos e otorrinolaringologistas.