Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/02/15 às 12h03 - Atualizado em 30/10/18 às 15h11

Picnik no Hospital São Vicente de Paulo

COMPARTILHAR

Edição especial do evento promove interação entre internos, servidores e familiares

BRASÍLIA (23/2/15) – Um dia de sol, extensa área verde e gente feliz. Foi neste cenário que internos, pacientes, familiares e servidores do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), em Taguatinga, passaram a tarde deste último sábado (21), durante evento capitaneado pelo projeto Picnik. Os presentes puderam participar de oficinas, aulas yoga, cuidados com a beleza, ouvir música boa e apreciar deliciosos lanches.

“É uma atividade muito interessante tanto para o interno quanto para nós, familiares. Tira um pouco o paciente de dentro de uma sala e o socializa com outras pessoas, em um ambiente descontraído”, disse Maria Rosa Bezerra, que está com a filha internada há 13 dias no HSVP. A jovem, de 30 anos, também aprovou a ideia. “Estou gostando muito. Participei da oficina de pintura e do tai chi”, conta.

Segundo o diretor do hospital, Ricardo Lins, o objetivo do picnik é a interação. “Serve para estimular as práticas de inserção social através de atividades culturais”, observa. Ele diz que eventos como este deixam os pacientes mais tranquilos também. “Normalmente eles ficam bem agitados durante esses encontros, mas dormem muito bem depois”, frisa.

O objetivo vem de encontro ao que pensa um dos idealizadores e organizadores do Picnik, o economista Miguel Galvão. “O evento é uma terapia para quem participa, é uma forma de tratamento também. Além de mostrar aos familiares que o paciente pode viver em ambientes mais alegres”, ressalta.

ATRAÇÕES – O evento, que durou quatro horas, contou com workshops de elaboração de mandalas e petecas, aulas de yoga e tai chi chuan. A música ficou por conta de The Miguelitos e Dred V Mello aka Droid-on. O ambiente ainda contou com decoração e toalhas de piquenique, lanches como cupcakes, sucos e pipocas, exposição de quadros, corte de cabelo e pintura tribal.

Maurício Ribeiro, do Projeto Beatheads, foi o responsável por deixar os internos mais bonitos. “Sinto-me muito bem em fazer isso. Eles têm muito amor para dar e ficam felizes com a transformação. E os escuto, sempre perguntando como querem que corte o cabelo, a franja”, diz o cabeleireiro, que está desde a primeira edição do projeto Picnik.

EVENTO – O Picnik é complemento da ação Circuito de Ocupação Cultural para Saúde, resultado de parceria entre a Fiocruz, Secretaria de Saúde e Secretaria de Cultura, que tem como objetivo, por meio da cultura, levar benefícios que possam melhorar a qualidade de vida e a promoção da saúde em várias unidades da rede de saúde pública do DF.

Além do picnik, o Hospital São Vicente de Paulo desenvolve outras atividades que sociabilizam os internos e pacientes. “Fazemos a comemoração dos aniversariantes do mês, passeios para diversos lugares de Brasília, atividades em datas festivas e oficinas manuais”, enumera o diretor do hospital, Ricardo Lins.

O HSVP fica em Taguantiga e tem, atualmente, 110 pacientes internados. Além, disso, oferece atendimento ambulatorial, tem atendimento 24hs e faz acolhimento no Pronto Socorro, Ambulatórios de Psiquiatria e Psicologia, além de oficinas terapêuticas, grupo de acompanhamento pós internação e o Programa Vida em Casa.