Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/09/13 às 12h07 - Atualizado em 30/10/18 às 15h08

População se exercita em academia no HMIB

COMPARTILHAR

PEC é usado por servidores, pacientes e moradores da Asa Sul

 

Academia ao ar livre localizada nas dependências do Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB), na Quadra 608 Sul, é ponto de encontro de moradores da Asa Sul que gostam de se exercitar e cuidar da saúde.

Diariamente, mais de 20 pessoas frequentam o local chamado de Ponto de Encontro Comunitário (PEC). Os dez equipamentos montados embaixo de grandes árvores são utilizados por moradores da região, servidores do hospital e pacientes que frequentam a academia desde a sua criação, em 2011.      

Para as moradoras da quadra 409 Sul, Amanda Gonçalves, 65 anos, e Patrícia Melo, 58 anos, a academia ao ar livre proporciona qualidade de vida aos usuários.

“Todos os dias fazemos uma caminhada e depois nos exercitamos nos aparelhos. Além de ser um local seguro, nos ajuda a envelhecer com saúde”, comenta Amanda. “Quando faço os exercícios me sinto mais disposta, por isso incentivo todos os meus vizinhos a virem aqui”, relata Patrícia.

A médica neonatologista, Ana Carolina Tardin, frequenta a PEC antes do serviço. “Gosto de me exercitar pela manhã para começar o dia com bastante energia. Acredito que ter equipamentos como esses no local de trabalho é muito cômodo, pois podemos frequentar o local nos horários de folga, melhorando a saúde dos funcionários”, comenta a médica.

A coordenadora Geral da Regional Sul, Roselle Bugarin Steenhouwer, explica que a PEC foi criada para promover a prática de esporte junto à comunidade. “Tentamos com esta iniciativa aproximar usuários e servidores no objetivo comum de qualidade de vida através dos exercícios físicos”, relata à coordenadora.

Segundo Roselle, em breve, será criado um de Ponto de Encontro Comunitário no Centro de Saúde Número 7, localizado na 612 Sul, e outro no Adolescentro, 605 sul. “A maioria dos usuários do Centro 7 são idosos e no Adolescentro menores de idade, essas duas faixa etárias necessitam da prática de exercício. Nossa intensão é fazer com que a população de todas as idades utilize esse ponto de encontro, pois movimento é vida”, completa Roselle.

LUDMILA MENDONÇA