Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/04/18 às 16h08 - Atualizado em 30/10/18 às 15h19

Profissionais da atenção primária são treinados para cuidar da saúde do homem

COMPARTILHAR
Um dos eixos em discussão é o envolvimento do parceiro da gestante no Pré-Natal

 

Leandro Cipriano, da Agência Saúde

 

Teve início, nesta quarta-feira (4), a Oficina do Pré-Natal do Parceiro na Região de Saúde Centro-Sul, para preparar os profissionais da atenção primária no cuidado ao parceiro da gestante. O evento ocorre no auditório do Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib), com uma segunda oficina a ser realizada no próximo dia 11 de abril.

 

A oficina marca o início da implementação das ações da Política de Saúde do Homem no âmbito da Atenção Primária na Região Centro-Sul. O eixo a ser tratado neste momento é o acesso e acolhimento e a paternidade e o cuidado.

 

“O objetivo é a prática de uma paternidade ativa e cuidadora antes, durante e depois do nascimento, além de prevenir doenças. O programa é uma estratégia para aproximar os homens da medicina preventiva, já que, em geral, eles não costumam ir ao médico”, explica a superintendente da Região de Saúde Centro-Sul, Moema Campos.

 

Participam da oficina coordenadores e outros profissionais das equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF). A gestão pretende implementar o Pré-Natal do Parceiro para promover a melhoria das condições de saúde da população masculina.

 

Foto: Divulgação

 

Durante as oficinas será apresentada a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem, discutindo também questões sobre Gênero e Masculinidade, Pré-Natal do Parceiro e compartilhadas experiências exitosas desenvolvidas em outras localidades do país. Ao final, serão elaboradas estratégias para vinculação dos parceiros ao pré-natal.

 

A iniciativa é da Diretoria de Atenção Primária da Superintendência da Região de Saúde Centro-Sul (Diraps/SRSCS), em parceria com a equipe técnica do Ministério da Saúde (MS) e da Coordenação de Atenção Primária à Saúde (Coaps) da Secretaria de Saúde do Distrito Federal.