Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/05/20 às 7h00 - Atualizado em 20/05/20 às 15h52

Quase oito mil profissionais dos hospitais da rede pública já foram testados para Covid-19

Testes começaram em 9 de abril e 233 resultados foram positivos

 

Os profissionais da rede pública de Saúde, que estão na linha de frente no combate ao novo coronavírus, estão sendo testados para a doença, desde o dia 09 de abril. Ao todo, 7.628 profissionais já foram testados e, em 233 exames, o resultado foi positivo. Nesses casos, não há como comprovar que os profissionais foram contaminados durante o período de trabalho. A testagem reforça as ações da Secretaria de Saúde para promover um ambiente mais seguro para os guerreiros que trabalham diariamente para atender à população.

 

A subsecretária de Gestão de Pessoas da Secretaria de Saúde, Silene Almeida, ressalta os esforços feitos pela gestão para capacitar, cada vez mais, os funcionários, e para evitar novos contágios. A Secretaria de Saúde possui 32 mil servidores efetivos e, estima-se que 60% desses trabalhadores estão na linha de frente do enfrentamento da Covid-19. “Temos cerca de 2% de profissionais contaminados, todos estão afastados e são monitorados pela pasta”, explica.

 

As unidades de saúde que realizaram o maior número de testes foram os hospitais regionais do Gama, com 1.234 servidores testados e 19 positivos, e o da Samambaia, com 1.030 testados e 22 resultados positivos. No Hospital Regional de Brazlândia, foram 605 testes realizados e 3 positivos. Em Ceilândia, 805 com 86 positivos.

 

O Hospital Regional da Asa Norte (Hran) que é a unidade referência para a doença no Distrito Federal realizou 800 testes com oito positivos. O diretor da Atenção Secundária da Região de Saúde Central, Pedro Zancanaro, explica que os novos testes têm 98% de confiabilidade e adianta que na próxima semana devem chegar mais cinco mil kits. “Testamos 800 funcionários e vamos testar os 1,8 mil funcionários do Hran. Os novos kits dão resultados mais qualificados e atestam quem já esteve doente e agora está imune”, observa.

 

O secretário de Saúde, Francisco Araújo, destacou que a testagem em massa garante maior segurança para os profissionais de saúde. “Estamos tendo cuidado redobrado com nossos servidores. São realizadas capacitações diárias, com todas as equipes de profissionais sobre a maneira correta de utilizar os equipamentos de proteção individual (EPIs), e os cuidados redobrados com a higienização das mãos e sobre o coronavírus”.

 

O Hospital Regional de Sobradinho realizou 480 testes e o Hospital São Vicente de Paulo, 200, ambos não apresentaram nenhum resultado positivo para a Covid-19.

No Hospital Região Leste foram 200 testes realizados com um positivo e no Hospital Materno Infantil de Brasília 540 testes e 17 confirmados.

 

O Hospital de Apoio de Brasília testou 100 funcionários, sendo que dois resultados foram positivos e no Hospital Regional do Guará 410 testes e 29 positivos. Em Planaltina foram 288 testes e 29 resultados positivos no HRPL.

 

Da Agência Saúde

Fotos: Breno Esaki/Agência Saúde